Conexão Lia Nagel

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Redes Sociais



As redes sociais hoje estão em todos locais e todo mundo tem, e muitos casos tem até mais de uma rede social, mas é necessário ter cuidado ao usar Orkut, MySpace, Facebook, Twitter e outros. Tem empresas proibindo o uso. Mas mesmo assim tem funcionário que continua usando e tem aparecido casos em que o funcionário é mandado embora.
Saíram muitas notícias de funcionária demitida ao enviar um e-mail todo em letras maiúsculas e vermelhas. Outra perdeu o emprego ao usar o site de relacionamento Facebook em casa, pois ela tinha se ausentado do trabalho alegando estar muito doente para usar o computador.
Com isso você deve perceber que é necessário ter cuidado ao usar tudo que proporciona a internet. Já tem varias empresa proibido o acesso a sites como Orkut, MySpace e até a nova coqueluche da web, o Twitter. E empresas que não proíbe elas esperam pelo menos bom senso de seus funcionários. As que autorizam, o funcionário precisa compartilhar a responsabilidade com a empresa, usar com cuidado.
As empresas estão inserindo normas para que as pessoas não percam a produtividade por focar a atenção na internet e redes sociais, pois realmente elas perdem a concentração.
Mas também segundo os especialistas se for usado com moderação, pode ser ferramenta para o momento de relaxamento do funcionário, a hora que ele espairece. E as empresas necessitam entender que acessar esse tipo de site pode ajudar na criatividade profissional. Pois na hora da folga podem surgir boas idéias e nascer contatos positivos.
Mas também existe especialista que não acredita nisso, eles acreditam em resultado final, e que é hipócrita você não aceitar a atuação das mídias sociais na vida das pessoas. É preciso acompanhar o desempenho. Funcionários que ficam o tempo todo batendo papo na internet, por exemplo, serão demitidos. E isso devido que isso demonstra não ter comprometimento com a empresa.
É necessário encontrar o limite e não abusar e isso tanto para empregado e empresa. Se você pode usar o Twitter no trabalho, cuidado para não postar toda hora um comentário. Colegas podem ver isso com maus olhos e pode rolar um constrangimento desnecessário. Tem muitos funcionários que colocam muitos comentários falando mal das empresas.
Seria interessante que as pessoas tivessem mais cuidado para não postar nada comprometedor sobre o trabalho, ou até mesmo dados confidenciais. E isso danifica muito a sua imagem, e se for líder ou responder por alguma instituição, e ainda pior.
E se chefe ou outro companheiro de trabalho for seu colega em alguma comunidade, deve ter cuidado redobrado com mensagens. Isso porque esse tipo de rede social é pública e pode deixar você numa situação que seria facilmente evitada se você tomasse cuidado.
Devem ter cuidado no ambiente corporativo os e-mails, pois como está tudo no texto e fica difícil expressar sentimentos, é preciso sinalizar o tom da mensagem. Carinhas e palavras amenas podem deixar emoções mais explícitas e evitar mal entendidos. Cuidado também com o tamanho dos arquivos anexados.
Mesmo com a banda larga, não é só o seu e-mail que a pessoa receberá. Se passar de 1 mega, utilize programas disponíveis na própria internet (como yousendit ou 4shared). Pois eles transferem arquivo grandes e enviam um link por e-mail para o destinatário baixar.
Cuidado também com os nomes gravados no seu gerenciador de e-mail. Confira se o destinatário está correto, pois na correria você pode enviar email para a pessoa errada e ai pode ficar complicado.
Tenha bom senso vale também na hora de personalizar o computador, em ambiente corporativo. Preste sempre atenção e procure observar, e se perceber que todas as máquinas têm a logo da empresa no Desktop, não coloque foto do namorado ou do cachorrinho.
É dever da empresa sinalizar as regras, mas é importante apresentar o mínimo de noção. E guarde isso sempre, fique atento aos erros de pontuação e ortografia. Mesmo sendo ambiente informal, as pessoas não toleram pequenos erros ou deslizes na etiqueta virtual.






Fonte: Google, com colaboração Lia Nagel.

quarta-feira, 29 de maio de 2013

7 erros comuns de uma dieta


Todo mundo já deve ter ouvido falar que, para entrar em forma, não basta fazer exercícios.
É preciso ficar atento à alimentação e tomar uma série de cuidados com qualquer tipo de dieta.
A orientação de um profissional é sempre fundamental para que você não cometa alguns deslizes.
Pensando nisso, o Dieta e Saúde conversou com a nutricionista da Universidade Federal de São Paulo, Flávia Bulgarelli e selecionou os sete erros mais comuns que as pessoas cometem ao fazer dieta.
  1. Jejum prolongado
    Ficar muito tempo sem comer é um dos principais erros de quem faz regime. Segundo Flávia, um longo período sem se alimentar gera uma ansiedade maior e, por conta disso, quando fizer a próxima refeição, a pessoa vai acabar comendo mais do que comeria normalmente.
  2. Deixar de comer carboidrato ou proteína
    Em hipótese alguma se deve deixar de comer qualquer substância por muito tempo. A proteína, por exemplo, fortalece as unhas e os cabelos, e sua falta os torna bastante quebradiços. O carboidrato, por sua vez, ajuda a aumentar a massa muscular. "Se for retirado da alimentação, o organismo passa a buscar outras fontes de energia, atacando o músculo e a gordura. Assim, perde-se massa muscular e causa flacidez", ressalta Flávia. Portanto, a nutricionista aconselha uma alimentação balanceada, com as mais diversas substâncias, mas em quantidades reduzidas.
  3. Trocar uma refeição por frutas
    Muita gente acredita que comer apenas frutas durante uma refeição é muito mais saudável do que um prato de comida. Mas a nutricionista alerta que esse é um erro grave, porque o almoço e o jantar devem ter um valor energético alto. Sendo assim, devem ser compostos por diversos alimentos, não se restringindo apenas às frutas.
  4. Pular refeições
    Segundo Flávia, grande parte das pessoas costuma eliminar o café da manhã sem saber a importância dessa refeição para o organismo. "O café da manhã é a base energética para o dia. Se não for realizado, o corpo deixa de fazer a liberação de glicose adequada e suficiente para o dia todo", explica. Assim como a primeira refeição, quem pula o almoço também prejudica o organismo. "O perigo vem à noite, quando compensa todas as refeições no jantar. É um período em que não há gasto de energia e, por isso, pode provocar um aumento de peso e ganho de gordura", completa a nutricionista.
  5. Petiscos
    Comer um pacote de bolacha, tomar uma garrafa de suco e beliscar outros aperitivos. Dificilmente alguém nunca ficou petiscando antes de alguma refeição. Flávia afirma que petiscar não é problema, mas torna-se ideal determinar o horário e a quantidade a ser ingerida. "As pessoas devem comer a cada três horas. Então, é preciso estipular mais ou menos um horário e separar, por exemplo, quatro bolachas. Assim ela controla quanto está comendo e não fica muito tempo sem se alimentar", ressalta. A nutricionista ainda reforça que o correto é fazer as três refeições principais (café da manhã, almoço e janta), intercalados com os lanches rápidos que podem ser um iogurte, três bolachas integrais ou frutas com iogurte, por exemplo.
  6. Comer muito rápido
    De acordo com a nutricionista, 90% das pessoas se alimentam muito depressa. "Isso é ruim porque não traz a sensação de satisfação assim que terminada a refeição", afirma. Flávia explica que demora cerca de 20 minutos para o estômago enviar uma mensagem ao cérebro informando que já está satisfeito. Se uma refeição é feita em 10 minutos, não dá nem tempo de informar o cérebro sobre a satisfação alimentar e a pessoa já está com vontade de comer de novo. Por isso que muitos apelam, nessas horas, para os petiscos.
  7. Não beber água
    Água é essencial para hidratar o corpo e ajudar no controle da fome. Não beber ou ficar muito tempo sem ingerir e depois tomar vários copos seguidos de uma só vez acaba sendo prejudicial ao organismo. "É importante beber água constantemente e controlar pelo xixi se a quantidade do líquido no organismo está suficiente: a urina deve ser sempre clara e sem cheiro forte", esclarece.
Se você aliar uma dieta equilibrada e principalmente adequada à sua rotina, com as dicas dadas pela doutora Flávia, com certeza chegará ao seu peso ideal com muito mais facilidade. 

Fonte: Dieta e Saúde

10 mandamentos do Marketing Pessoal

Marketing Pessoal

Por que ótimos profissionais não conseguem ser promovidos?
O profissional em questão faz tudo certo, mas esquece de algo muito importante, um detalhe crucial...
O Marketing Pessoal!


Marketing é o conjunto de ferramentas que uma empresa tem para alavancar seu produto, serviço ou imagem. Marketing pessoal são as mesmas ferramentas só que para uso em beneficio da própria carreira. É a habilidade que o profissional tem de aparecer sem ser chato e de chamar a atenção da chefia sem ser um puxa-saco.


É saber lidar com situações difíceis, sem criar uma mais difícil!
Um bom exemplo é o do garçom, quando não precisamos dele, mas o olhamos, ele nunca está olhando para nós, mas é fatal que quando precisamos dele, nós não precisamos fazer muita coisa, ele mesmo com toda a sua experiência em observação, nos atende de imediato.


Bom, listarei aqui os 10 mandamentos do Marketing Pessoal.
O primeiro deles é a Liderança que se resume em ter a habilidade de influenciar o próximo, seja por persuasão ou pela própria confiança que ele transparece a todos - o que é diferente do famoso "gerentão", que apenas sabe mandar, assumir os créditos, não consegue ouvir uma única pessoa e tem uma dificuldade enorme para aceitar os próprios erros.

O segundo é a Confiança que, geralmente, é aquela pessoa na qual buscamos segurança, conforto nas palavras, esperança e admiração. Podemos sempre contar com ela.

O terceiro item é a Visão é um dos mais importantes, quase sempre é aquele que entende o que está fazendo e porque está fazendo, sugerindo pequenas mudanças para melhorar o próprio trabalho ou o dos colegas. Consegue pensar em táticas e estratégias para se ter não só o GRANDE contrato, mas como também ter os pequenos pingados. Às vezes, é melhor ter 10 clientes pagando 100 reais do que esperar pela oportunidade de em um cliente ganhar mil reais.
O quarto é ter o Espírito de Equipe. É oferecer ajuda aos colegas sem ser solicitado. É visar sempre pelo melhor do próximo e claro do ambiente de trabalho.

Antes de irmos para o quinto Mandamento do Marketing Pessoal, deixo-lhes uma questão:

Você acredita ter o espírito de equipe? Por quê?

Depois de respondido, vamos ao quinto item que é a Maturidade, onde às vezes nos pegamos realizando certas atitudes um pouco quanto infantis, criando sempre um ar de irresponsabilidade e imaturidade, e ainda pensamos que somos "Adultos". Um ponto da Maturidade é saber solucionar conflitos, sem criar mais conflito. É analisar cada situação, tentar compreendê-la e tomar uma atitude consciente e sábia.

A Integridade é o nosso sexto item, onde mostra o profissional fazendo o seu trabalho sem prejudicar outra pessoa. É ambicioso, mas não ao ponto de atropelar quem estiver pela frente para alcançar o objetivo.

Não podemos esquecer também da Visibilidade que é o nosso sétimo ponto. Quando falo em Visibilidade quero dizer em ter visão do futuro que almeja, pois saber aonde quer chegar com a carreira é muito importante. Notei inúmeras vezes que sempre aquele funcionário que era o primeiro a levantar a mão mostrando força de vontade, "ligado" na empresa e nos seus acontecimentos geralmente acabava sendo um supervisor, diretor e até mesmo presidente da empresa.

Nosso oitavo item é a Empatia. Criar situações agradáveis no ambiente social é muito importante principalmente no convívio profissional aonde reconhecer o trabalho dos outros e elogiá-los é, além de tudo, gratificante para a pessoa elogiada e ótimo para sua imagem pessoal, mostrando interesse pelo trabalho dos outros.

Se eu não falasse do nosso nono item o Otimismo, com certeza este artigo não seria meu. O Otimismo é algo pessoal e interno. Ele tem que desabrochar do nosso peito de uma forma inovadora. Temos que sempre tentar nas piores situações enxergar um ponto positivo. Saber lidar com os erros e aprender que, por mais difícil que seja o desafio ou mesmo o momento, ele não é o fim do mundo.

Quantas vezes você não quis jogar tudo para o alto e não jogou? Pergunte-se: por quê?

E, claro, sem a nossa décima questão nem chegaríamos ao final deste artigo, a Paciência! Há um amigo que sempre diz "A paciência é uma virtude. Ela é apenas para poucos!". Acredito que a Paciência é algo para todos, mas claro, muitos já nascem com ela aflorada e outros têm que aprender a controlá-la, pois ela pode acabar lhe prejudicando, caso você não a domine.


Espero ter auxiliado, mais uma vez, e não se esqueça: o sucesso está em suas mãos.
Acredite!



Fonte: Alexandre Stella