Conexão Lia Nagel

terça-feira, 30 de abril de 2013

Ciclo menstrual e período fértil

Entenda seu ciclo menstrual

Primeiro alguns dados



Toda menina nasce com até 450 mil óvulos armazenados nos ovários.
Na época da primeira menstruação, geralmente entre os 10 e os 14 anos, esses óvulos começam a ser amadurecer e a ser liberados, um a um, mensalmente. O óvulo é liberado do ovário e cai em estruturas parecidas com franjas na extremidade da tuba uterina (ou trompa de Falópio), que o vão transportando, devagar, com um movimento ondulatório, até o útero.
Se no meio do caminho o óvulo for fertilizado por um espermatozóide, ele vai se alojar quando chegar ao útero e se multiplicar até se transformar no bebê e na placenta. Se a fertilização não acontecer, o óvulo será eliminado, junto com o revestimento interno do útero -- o que compõe sua menstruação.

Como é um ciclo menstrual normal?




Um ciclo menstrual normal costuma durar 28 dias, contando desde o primeiro dia da menstruação até o início da menstruação seguinte.
Há mulheres que têm ciclos bem mais curtos, com até 23 dias, e outras possuem ciclos mais compridos, de até 35 dias. Ciclos mais curtos ou mais longos que isso têm mais probabilidade de ser anormais, por isso é aconselhável conversar com o ginecologista. Também é preciso ser avaliada pelo médico se você tiver sangramentos no meio do ciclo ou depois de ter relações sexuais.

Como os hormônios funcionam?




Seu ciclo menstrual é controlado por uma série de hormônios produzidos por partes diferentes do corpo:

• Hormônio liberador de gonadotropina (produzido pelo hipotálamo, que fica no cérebro)

• Hormônio folículo-estimulante (produzido pela hipófise, uma glândula que também fica no cérebro)

• Hormônio luteinizante (também produzido pela hipófise)

• Estrogênio (produzido pelos ovários)

• Progesterona (também produzida pelos ovários)

O processo começa no cérebro. O hipotálamo produz o hormônio liberador da gonadotropina (GnRh), que vai até a hipófise e determina a produção ali do hormônio folículo-estimulante (FSH). O FSH entra na corrente sanguínea e chega até os ovários, estimulando o amadurecimento dos óvulos. Entre 15 e 20 "sacos", chamados folículos, contendo óvulos começam a amadurecer. Um deles (às vezes dois ou mais) se desenvolve mais rápido que os outros: é o folículo dominante.



O FSH também estimula os ovários a produzir estrogênio. Esse hormônio incentiva os óvulos a amadurecer e determina que o revestimento interno do útero fique mais espesso, para que possa abrigar um eventual óvulo fertilizado.

Ovulação: o óvulo é liberado



À medida que os níveis de estrogênio no sangue aumentam, os níveis de FSH diminuem temporariamente, para depois crescerem de novo. Esse novo aumento é acompanhado pela forte secreção pela hipófise do hormônio luteinizante (LH). É o LH que deflagra a ovulação -- o momento em que o óvulo mais maduro rompe o folículo e sai do ovário. Logo que é liberado, o óvulo é capturado pela extremidade da tuba uterina (ou trompa de Falópio).
O colo do útero, o "gargalo" que une o útero à vagina, normalmente produz um muco opaco e espesso, que os espermatozóides não conseguem penetrar. Pouco antes da ovulação, no entanto, o estrogênio faz com que essa secreção mude de aspecto: ela fica mais fina, transparente e viscosa, parecida com clara de ovo. Através dela os espermatozóides conseguem passar pelo colo do útero e nadar até as tubas uterinas, para então encontrar o óvulo. É na tuba (ou trompa) que a fertilização costuma acontecer.

Depois da ovulação



Dentro do ovário, o folículo vazio de onde o óvulo saiu se transforma no corpo lúteo. Trata-se de um pequeno aglomerado de células amarelado, que começa a produzir a progesterona. A ação da progesterona faz com que o muco que reveste o colo do útero e a vagina volte a ficar opaco e impenetrável aos espermatozóides. Também estimula o revestimento interno do útero, que fica mais espesso e de aspecto esponjoso, devido ao forte afluxo de sangue. É o endométrio, que está pronto para receber o zigoto (óvulo fertilizado por um espermatozóide).
Conforme a concentração de progesterona no corpo aumenta, os seios ficam mais volumosos e sensíveis. A hipófise pára de produzir o FSH, para que nenhum outro óvulo amadureça.

Quando há fertilização...



Quando um espermatozóide fertiliza o óvulo dentro da tuba uterina, o óvulo continua descendo até chegar ao útero, onde se aninha no endométrio, o revestimento interno do útero. A essa altura, o zigoto já possui cerca de 150 células. A viagem desde o ovário até o útero leva cerca de cinco dias. Os níveis de progesterona continuam altos, o corpo lúteo continua trabalhando e pode se transformar num cisto temporário, e é possível que você comece a sentir os primeiros sintomas da gravidez.

Quando não há fertilização...

Se o óvulo não for fertilizado ou se, mesmo fertilizado, não conseguir se implantar no endométrio, ele começa a se desintegrar, e o corpo lúteo diminui. Os níveis de estrogênio e de progesterona caem, e o revestimento interno do útero começa a produzir prostaglandina. Essa substância modifica a irrigação sanguínea do útero, fazendo com que o endométrio se rompa e que o útero comece a se contrair para expulsá-lo (daí a cólica menstrual). A menstruação desce, e o óvulo não-fertilizado é eliminado junto com o revestimento uterino. Com isso, o ciclo recomeça.


Como determinar o período fértil


A maioria das mulheres sonha em ser mães. Quando chega o momento deste sonho se realizar, começam a surgir inúmeras dúvidas.
Nesta matéria você poderá tirar algumas destas dúvidas e começar a se preparar para o grande momento de sua vida, a maternidade.
O primeiro passo é visitar seu ginecologista para que ele possa indicar alguns exames que devem ser feitos, (HIV, urina, toxoplasmose, rubéola, entre outros).
É importante também, que você tome acido fólico três meses antes de engravidar e durante os três primeiros meses de gestação.

Como determinar o período fértil?



Para determinar o período fértil, a mulher deve começar a contar a partir do primeiro dia da menstruação, este será o dia 1. Nas mulheres que possuem um ciclo regular a ovulação ocorre normalmente no dia 14 deste ciclo. O período fértil inicia no dia 10 e vai até o dia 17.
Quando se pretende engravidar, deve-se manter relações dia sim, dia não, durante estes dias e nunca mais de uma relação no mesmo dia.
Existem outros métodos para identificar se você está ovulando, a temperatura basal, o muco cervical, o ultra-som transvaginal sequencial e o teste de ovulação. A seguir, você poderá entender o que é cada um deles.

O que é a temperatura basal?



É a temperatura do corpo de uma pessoa, que acaba de acordar, depois de ter dormido serenamente durante 6 horas ou mais. Para sermos mais exatos, a temperatura basal é aquela que deve ser tirada 12 horas depois de ter ingerido qualquer alimento, depois de seis horas de sono e antes de fazer movimentos ou de sofrer qualquer alteração emocional.

Como se mede a temperatura basal?



A temperatura deve ser tomada sempre da mesma forma (pela boca, via vaginal ou retal) e de preferência sempre no mesmo horário.
O ideal seria tomar a temperatura ao acordar, sem levantar da cama, falar ou se mexer.
Geralmente, quando a mulher está para ovular, ocorre uma queda de temperatura e quando ela já ovulou a temperatura se eleva bruscamente. A variação pode ser de 0,3 a 1,0 graus. Veja a tabela que preparamos para que você possa fazer o controle de sua temperatura.

Muco cervical


O muco cervical é uma secreção eliminada pela vagina nos dias férteis. Sua aparência é igual a da clara de ovo, transparente e elástica. Quando esta secreção aparece, provavelmente a mulher está iniciando seu período fértil. Quando esta secreção se torna mais abundante e mais elástica, provavelmente ocorreu a ovulação.



Ultrassom transvaginal sequencial



O ultrassom transvaginal é capaz de visualizar com perfeição se a mulher vai ovular, quantos óvulos tem a possibilidade de serem expelidos e de que ovário (direito ou esquerdo) ele sairá. Normalmente, deve-se realizar este exame no dia 13, 14 e 15 do ciclo menstrual.

Teste de ovulação


É um teste vendido em farmácias que detecta o aumento repentino do Hormônio Luteinizante (LH) na urina. Este processo funciona através de uma reação, confirmando ou não o resultado. O pico de LH determina o início do processo de ovulação que se produzirá entre 24 a 36 horas depois. Este é o momento de maior fertilidade da mulher.



É importante saber que este teste não deve ser usado como método contraceptivo, pois não é designado para prevenir ou ajudar na prevenção da gravidez.




Fonte: Lia Nagel; Ultrassom3d;
brasil.babycenter




terça-feira, 23 de abril de 2013

Mantenha sua privacidade na rede


Longe de serem moda passageira, as redes sociais chegaram para ficar - e já fazem parte do dia-a-dia de muita gente. No entanto, é preciso manter as informações pessoais em segurança: "#fato". Guardadas as devidas proporções, a internet é o reflexo eletrônico do mundo real. E tanto lá quanto cá, é preciso tomar cuidado com o que se diz ou se mostra por aí: suas palavras, fotos e informações pessoais podem cair em mãos erradas. No entanto, desde quando o filósofo grego Aristóteles afirmou que o homem é um animal gregário, ou seja, vive em bandos ou sociedade, cada vez mais procuramos meios de nos comunicar mais eficientemente. E eis o paradoxo: à medida que crescem e se diversificam os meios para nos comunicarmos, maior é o cuidado que devemos ter com o que dizemos.

Hoje em dia, principalmente entre os mais jovens, quem nunca leu ou ouviu falar do Twitter,Sonico,Facebook, MySpace, LinkedIN, Yahoo! Respostas, Flickr ou Orkut, é considerado um ser de outro planeta. Para se ter uma ideia da dimensão dessa realidade, apenas no site agregador de redes sociais Meadiciona.com existem "só" 1327 serviços cadastrados. E a tendência é que surjam outras mais em questão de dias (ou horas?). Somando a essa necessidade humana de socialização com a facilidade de comunicação proposta pela internet, as redes sociais se proliferaram e passaram a fazer parte da vida das pessoas. Um exemplo bem atual é a página do Twitter do BBB.


Funciona assim: você segue os participantes que mais te agradam e toda vez que atualizam o microblog, você recebe um tweet informando sobre a atualização com um link para ler a mensagem no portal Globo.com. Pronto, mais uma rede foi formada: além de conferir os tweets dos seus participantes preferidos, você verifica os dos outros (mesmo daqueles que você não segue). Agora, poucos cliques o separam de uma espiadela no blog, nos vídeos, fotos ou mesmo nas informações pessoais de cada um deles - as quais passaram a estar relacionadas às suas, já que você se cadastrou no twitter e na globo.com....




Em resumo: todos sabemos que a vida dos "brothers" está aí para todos verem. Mas... e as nossas?



Vale o que a mamãe dizia

Aprendemos desde cedo que não devemos falar com estranhos. Também nos é ensinado a não colocar na porta de casa um cartaz com o seu telefone, preferências pessoais, sua agenda com seus compromissos e horários, não é? Da mesma forma que detalhes de nossa vida particular não são expostos ao público no mundo off-line, alguns cuidados devem ser tomados para não vermos nossas informações circulando por aí. Lembre-se: assim como na sociedade "lá fora", aqui também há má intenção. E claro, há sempre a Lei de Murphy para nos complicar, como o que aconteceu com aquela mensagem falando mal do seu chefe e que acabou chegando aos olhos dele ou com o namoro que acabou por causa de uma foto que o amigo do seu amigo postou no Orkut - e que você nem se lembra de ter tirado.



Redes do mal

As redes sociais são excelentes ferramentas para aproximar pessoas, mas também facilitam a criação de perfis e comunidades voltadas a atividades ilegais. Em março de 2008, o Orkut foi obrigado a revelar à polícia os dados de usuários de uma rede de pedófilos. Em maio de 2006, não só ela foi retirada do ar mas diversas outras comunidades consideradas criminosas pelas autoridades. Tudo isso é muito sério. Tanto que muitos sequestros tem ocorrido porque muitas pessoas tem divulgado informações demais, muitas vezes junto com fotos delas ao lado de carros importados, joias ou em viagens no exterior.

Um vídeo, em espanhol, pede para usuários refletirem antes de colocar alguma foto na internet.

Esse tipo de ação tem atingido um nível de sofisticação tamanho que até termos foram criados para designar atividades específicas, como o _cyberbullying_. Tal qual o bullying, uma prática realizada geralmente por estudantes, ela tem o objetivo de intimidar e humilhar sistematicamente um indivíduo em especial (outro aluno, um professor ou mesmo um desconhecido) por longos períodos de tempo, muitas vezes culminando em agressões físicas. Com a ajuda dos recursos da internet, os insultos se multiplicam rapidamente e ainda contribuem para contaminar outras pessoas que conhecem a vítima.

Outro exemplo do quão insegura é a web é dado pelo site PIPL, o qual busca pela rede todos os dados referentes a determinada pessoa, tanto pelo nome, quanto telefone ou apelidos adotados em... redes sociais!



Como bloquear e privar suas informações das redes sociais mais famosas?


No Facebook: Clique em "conta" no canto superior direito, e selecione a opção "Configuração de privacidade".

No Orkut: clique em "Configurações" na lista de menus do canto esquerdo, depois clique na aba ‘privacidade'. A alteração dos álbuns, recados, depoimentos e vídeos são feitas por lá, e também você pode deixar oculta suas visitações nos perfis alheios. Você também não vai mais saber quem visitou seu perfil.

No Myspace: clique em ‘perfil', no canto superior esquerdo, na lista de menus clique em ‘Personalizar', as configurações de privacidade pode ser para ‘Todos", "amigos somente" e "somente eu". Ainda há a opção de criar grupos de amigos, e assim, definir qual tipo de atualização ou quais álbuns esse grupo acessará.

No Twitter: clique em Settings, e selecione a opção "Protect my tweets", assim somente seus seguidores terão acesso aos seus tweets, e quando um novo seguidor der um Follow (te seguir) você tem a opção de aceitar o usuário ou não como seu seguidor.


É sempre bom lembrar:




Evite publicar informações como número telefone, endereço residencial ou onde estuda;
Proteja seus dados financeiros como números de conta corrente, de cartão de crédito e senhas
Nunca publique seu número de identidade e de CPF;
Encare as redes sociais como vitrines no ciberespaço. Tanto seus amigos quanto policiais, colegas de trabalho, funcionários, vizinhos chatos podem ler o que você escreve;
Não se omita! Não basta apenas não concordar ou não fazer parte: denuncie o _cyberbullying_ a um adulto de confiança;
Se você usa sala de bate-papo ou programas de mensagens instantâneas, procure usar nomes que não revelem nenhuma informação pessoal;
É aconselhável que os omputadores estejam em áreas de acesso comum da casa;
Pense duas vezes antes de baixar arquivos e abrir emails - seja de destinatários desconhecidos ou não.


Sites legais e recomendáveis:

Fonte: Portal R7


segunda-feira, 22 de abril de 2013

Top Mulheres mais Sexy do Mundo (Top Sexiest Women): Made in Brazil (Parte I)

sexy glitter

Sexy (ou sensual) – a palavra tem origem no inglês e, de acordo com o Dicionário Houaiss, sua etimologia está vinculada aos seguintes significados: “sexualmente sugestivo ou estimulador; erótico; atrativo e interessante; sensual”. Segundo o dicionário Aurélio, sexy é o adjetivo de quem tem “sex appeal” ou “apelo sexual”.

sexy bonita gostosa

Outras definições:
Sensual. Voluptuoso, lascivo, lúbrico. Relativo aos sentidos.

Pessoa que consegue ser atraente sem apelar para vulgaridade.

Pessoa sexualmente atraente. Que satisfaz os sentidos: prazeres sensuais.

Aquele que desperta o desejo no sexo oposto. Pessoa que desperta interesse sexual. Que estimula suas fantasias e fetiches sexuais.

Irresistível. Fatal. Sedutor ou sedutora. Insinuante. Fascinante. Tentador.

Que seduz pelos encantos. Interessante. 
Cativante. Admirável.

Ter charme, carisma e atitude.

Que inspira, atrai atenção e desperta seus instintos. 
Que tem o dom de atrair e conquistar. 


Que tem atributos interessantes.



A questão de ser sexy ou sensual pode ir muito mais além dos padrões físicos: estrutura do corpo (medidas, tamanhos e peso); estatura; cor da pele, dos olhos e dos cabelos; boca e lábios; tipo de cabelos; mãos e pés; braços e pernas; barriga, abdome e pelve; seios; glúteos; costas; orelhas e nariz; formato do rosto e sobrancelhas; dedos e unhas; uma marca (tatuagem) ou sinal.
Padrões comportamentais também são amplamente avaliados: estilo, atitudes, gestos, tipo de personalidade, expressões emocionais como sorrir, chorar, brigar, olhar, timbre de voz, entre outras.
Padrões culturais, intelectuais e econômicos/financeiros
Padrões cronológicos (idade).


Agora, vamos observar alguns “padrões” de definição de sensualidade identificados com frequência:
“Ser sexy é: ter manequim 34 a 40 (tamanho PP ou P); ter um corpo escultural, sarado, com ZERO de gordura de massa muscular; estar com peso ideal considerando os padrões do IMC (Índice de Massa Corporal); ter seios “siliconados” e “turbinados” (que ainda estejam rígidos e não flácidos ou com estrias); ter barriga do tipo “tanquinho” ou “barriga negativa”; não ter celulites, estrias e varizes aparentes; não ter marcas de expressão (rugas) muito profundas no rosto e colo; não ter braços flácidos
não ter barriga muito aparente, com flacidez ou estrias; não usar óculos de grau (dê preferência para lentes de contato); ter uma grande conta bancária e muitos bens”.



Bem, definitivamente eu não concordo com nada disso!

Para mim e muitas outras pessoas no mundo, ser sexy não é uma característica exclusiva para as pessoas que têm esses atributos, como se isso fosse uma “receita ou fórmula” para ser considerada sexy”.

Ser “sexy” vai muito além desses “padrões midiáticos de beleza”, impostos pelo mundo fashion, artístico ou Hollywoodiano, da televisão, de mídias escritas!!!

Pode acreditar nisso: Um nariz grande; uma marca de nascença; o peso, estatura ou idade; um corpo mais robusto, exuberante nas formas e contornos; um manequim ou tamanho GG ou Extra G; as celulites, varizes ou estrias; uma barriga saliente; pernas grossas demais ou finas demais; seios e braços flácidos; o uso de óculos de grau; rugas muito marcantes ou profundas; e outras coisas mais, não são características que podem ser determinantes na classificação de uma pessoa como sexy ou não. Isso pode ser considerado até uma discriminação.

Tenha certeza de que você pode ser sexy sim, sem se importar com clichês e estereótipos de padrões de beleza pré-concebidos.

Simplesmente assuma você mesmo como você realmente é! 

Você é uma pessoa única!

E pode ser maravilhosamente sexy se realmente você quiser!!


linda gostosa sensual

Então ...

Agora eu vou destacar a seguir algumas dicas importantes que podem ajudar a colocar para fora toda a sua sensualidade.

Eu separei algumas declarações sobre “ser sexy” que eu li em matérias publicadas na Internet e que eu achei interessante divulgar:

Assim disse Frederico Elboni: “Antes de ser sexy, você tem que se achar sexy. Ser sexy é uma questão de atitude e não de beleza. Uma pessoa se torna sexy naquele momento que você começa a achá-la linda pelas atitudes. A questão do “sexy” não é só questão de corpo, mas sim questão de essência. Ser sexy é ser natural, é simplesmente ser você. Estar bem consigo, botar uma roupa que você gosta, sair para caminhar e se sentir sexy assim, naturalmente. Nós homens gostamos de ver uma mulher segura de si e conseguimos ver pelo seu caminhar, postura, sorriso e olhar se você é assim ou não. Acredito fielmente que a palavra sexy esteja extremamente aliada à palavra autenticidade. Você pode ser sexy saindo da piscina com cabelo molhado, ou tocando violão, ou fazendo um coque no cabelo, ou usando aquele pijama de algodão, ou qualquer coisa boba que vocês mulheres não percebem, mas que nós homens achamos sexy”.

Yasmin revelou: “Ser sexy é bem mais do que usar uma roupa ou acessório provocante. Mais importante do que o tipo de roupa que você usa, são as suas atitudes. Pessoas simpáticas, divertidas e inteligentes são muito atrativas. Porém, deve se ter cuidado que ser simpática e divertida não significa falar ou rir alto, essas são atitudes que demonstram que você quer chamar a atenção e não são comportamentos bem vistos nas relações sociais. O seu jeito de falar, de andar, de olhar, de se expressar podem ser extremamente sensuais, contanto que você faça do jeito certo. Ter conversas divertidas e inteligentes, falando em tom harmonioso, pausadamente, pensando no que diz e se importando com que o outro fala, são algumas das características que mais atraem. Um olhar profundo e sedutor é muito sensual. O modo como você se comporta, como age e como se veste revelam a sua atratividade naturalmente. Para deixar a sua sensualidade aflorar é preciso ter autoconfiança. Não tem nada demais em se sentir uma pessoa bonita, sexy e elegante, muito pelo contrário, uma pessoa que confia em si mesma e se valoriza acaba passando a imagem de que é segura e, nada mais sedutor do que uma pessoa com uma autoestima lá em cima! Usando o bom gosto na hora de se vestir e a correção no modo como você se relaciona, é possível esbanjar sensualidade e elegância sem que você pareça vulgar. O segredo da sua atratividade está em você se valorizar e se amar mais. Quanto mais confiança você tiver em você mesmo, mais elevada será sua autoestima e, consequentemente, melhor será o modo como os outros lhe enxergam”.



The Burlesque Takeover declarou: “Ser sensual é fugir dos padrões e seguir o seu próprio estilo. Se amando, se respeitando, se valorizando, se cuidando e não aceitando ser espremida dentro de um clichê, nem abdicando de suas características pessoais para ficar dentro do óbvio. A sensualidade aflora justamente quando aprendemos a usar aquilo que a natureza nos deu. Você não precisa agradar a todos. Precisa sim ser feliz! A sensualidade não vem numa forma ou receita pronta, mas pode ser construída com base no estudo de um estereótipo. Especialmente quando se fala de burlesco, uma arte construída sobre clichês divertidos. Nem todas as horas de academia do mundo vão garantir a autoconfiança e a segurança que chamamos de sensualidade. A sensualidade é construída sobre detalhes e sutilezas”.

Portanto, acredite que a sua beleza e a sua sensualidade dependem principalmente do seu comportamento, da sua personalidade, do seu modo de ser e agir, das suas atitudes e estilo!!!
Quando uma pessoa está se sentindo bela, segura de si e atraente, ela transmite isso para quem estiver a sua volta. Ela transmite encantamento, desperta atenção com seu charme e postura elegante. A maneira como expressa seu bem estar, sua alegria espontânea e cativante e, essencialmente a sua inteligência são os primeiros atributos a serem observados pelos outros. Toda pessoa “sexy” ou sensual também tem que ser inteligente, culta e informada. Todas essas características tornam você muito mais atraente, irresistivelmente sexy.
Após uma longa pesquisa, eu escolhi algumas mulheres e separei por estilos, padrões, critérios e gostos bem diferentes para poder demonstrar como existem muitas formas e atributos especiais e naturais que são considerados muito sexy, sedutores, cativantes ...


Made in Brazil - Parte I

1- As Mulheres mais Sexy do Mundo:
As Mulheres Sexy Brasileiras do Mundo Fashion 

Gisele Bündchen















































Adriana Lima


















Alessandra Ambrosio




























alessandra






Ana Beatriz Barros



































ana



Isabeli Fontana







































Laís Ribeiro




















Emanuela  Paula

















Barbara Fialho
















Raica Oliveira


















Letícia Birkheuer






















Izabel Goulart


















Carol Trentini















Raquel Zimmermann 





























Cintia Dicker






















2. As Mulheres mais Sexy do Mundo: As Modelos, Atrizes e Apresentadoras de TV 


Ana Hickmann














































Fernanda Lima




























Gianne Albertoni

























Camila Alves














camila





Karina Bacchi























Luana Piovani





















Daniella Cicarelli















cicarelli

Giovanna Ewbank












Ellen Jabour



















vogueh_ellen2.jpg



Angélica


















Adriane Galisteu













Natália Guimarães





























3. As Mulheres mais Sexy do Mundo: As Super Saradas


Nicole Bahls




















Juliana Salimene















Fotos da Juju, panicat do Pânico













Fotos da Juju, panicat do Pânico


Sabrina Sato







sabrina
























Lizzi Benites




















Joana Machado












Dani Bolina















4. As Mulheres mais Sexy do Mundo: As Atrizes

Milena Toscano

















Milena Toscano
















Paola Oliveira





















Ildi Silva




























Débora Nascimento























Mel Fronckowiak
























Fernanda Machado




















































Ellen Roche






Imagem



Imagem


Imagem







Imagem

Deborah Secco

























Gisele Itie
















Flavia Alessandra


























Juliana Paes













Yasmin Jordão















Yasmin

Camila Pitanga

























Grazi Massafera

















Juliana Alves




















Sheron Menezes
















Alinne Moraes























Cris Viana






Cris Viana posa para 1º ensaio sexy e diz que já foi babá e modelo









Cléo Pires

































Roberta Rodrigues
















5. As Mulheres Mais sexy do Mundo: As Cantoras


Claudia Leite



























Paula Fernandes


















Ivete Sangalo























Joelma
















6. As Mulheres Mais Sexy do Mundo: As Poderosas Mulheres Maduras

Maria Fernanda Cândido





















Luiza Brunet
























Xuxa Meneguel





































Luciana Gimenez





















Maitê Proença























Bianca Rinaldi


























André Passos/Divulgação

Fabiana Scaranzi

















Cristiane Torloni













Gloria Pires



























Monica Martelli


















Vera Vischer




































Bruna Lombardi





















Fernanda Montenegro











Constanza Pascolato















8. As Mulheres mais Sexy do Mundo: A sensualidade das robustas 
As Top Models Plus Size














Mayara Russi














Fluvia Lacerda



















Carla Manso












Simone Fiuza











Bianca Raya









Karina Raduan

KARINA RADUANKARINA RADUAN

KARINA RADUANKARINA RADUAN

Sabrina Rosa

SABRINA ROSASABRINA ROSA

SABRINA ROSASABRINA ROSA

Nell Silva

NELL SILVANELL SILVA

NELL SILVANELL SILVA

Silvia Neves
SILVIA NEVESSILVIA NEVES


NATASHA FERREIRA PÓNATASHA FERREIRA PÓ

NATASHA FERREIRA PÓNATASHA FERREIRA PÓ

Renata Issas






As Robustas e Poderosas: Atrizes e Cantoras


Preta Gil





















Barbara Fialho & Preta Gil - The Angels


Ser sexy é ter atitude!!!!!





Fabiana Karla










"Não sou gostosa como a Preta Gil, brinco dizendo que sou uma mulher sabão de coco: quadradinha e cheirosa" - Fabiana Karla

Claudia Jimenez







Simone Gutierrez








Daniela Fontan







Carina Porto












Bem, eu vou concluir com algumas imagens e frases muito interessantes que expressam, também, muito bem a minha opinião (e de muitas outras pessoas) sobre as muitas mulheres maravilhosamente sexy, lindas, irresistíveis, atraentes que existem neste mundo. Cada uma com seu jeito próprio, único e especial de ser.
Leiam e reflitam sobre essas frases a seguir.em, eu q









Blog de mayharashozinni : Mayhara Shozinni, Gordinhas e Lindas











Lia Nagel


PS. Aguardem a publicação da Parte II: As Mulheres mais Sexy do Mundo (de outros países).