Conexão Lia Nagel

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Alguns truques para arrumar a sua mala de viagem

Vai viajar?


Truques para arrumar uma mala esperta e sem excessos


Desde que uma mala deixou de ser apenas uma mala e virou objeto hi-tech que pode incluir coisas como rodas que giram em todas as direções e materiais rígidos e levíssimos fabricados pela Nasa, o simples fato de arrumar a bagagem antes de uma viagem virou um tema complexo. Não é o único elemento complicador. Há os limites cada vez mais rigorosos das cias aéreas, os itens proibidos, o bom senso… Embora na prática eu pene para seguir a cartilha direitinho, tenho me tornado cada vez melhor na tarefa, de tanto conversar com quem entende do assunto. Aqui vão 8 dicas tão simples quanto fundamentais para a mala não virar uma… mala.

1) Diferencie a bagagem

Amarre fitinhas coloridas, coloque cintos, envolva naqueles plásticos espalhafatosos ou qualquer coisa do gênero. Na maioria dos aeroportos do mundo não há quem confira as etiquetas, e assim fica mais difícil que alguém leve a sua por engano.

2) Identifique duplamente

Nome, endereço, telefone… Não basta colocar uma etiqueta do lado de fora. Coloque também do lado de dentro, por medida de segurança. Se a mala for extraviada e a etiqueta do lado de fora se perder… já sabe.

3) Não caia em tentação

Lei é lei e não tem choro: maquiagens novinhas, cremes caríssimos, garrafinhas da água mineral mais cara do mundo, perfumes… quando o assunto é mala de mão, vai tudo pro lixo se ultrapassar o limite de 100 ml e não estiver acondicionado em sacos plásticos transparentes. Sprays de ar comprimido e aerosóis são proibidos mesmo nas bagagens despachadas.

4) Seja precavido!

Mais do que levar os objetos eletrônicos (que jamais devem ser colocados na bagagem despachada), a mala de mão deve estar pronta para pequenas emergências (atrasos de voo, extravio de bagagens etc). O que isso significa? Leve pelo menos uma roupa completa para um dia, além de um casaco (mesmo no verão, pois dentro do avião faz muito frio), um par de meias e o que te divertir: de iPod a um bom livro. Mas atenção ao excesso de peso, que geralmente varia de 5 a 10 quilos nas principais cias aéreas.

5) Escolha peças básicas e de cores neutras

Elas são mais fáceis de combinar entre si e ajudam na árdua tarefa de não exceder os limites de peso – cada vez menores nas cias aéreas low-cost. Se a viagem for para o exterior, vale lembrar que, embora quem sai do Brasil tenha direito a dois volumes de 32 quilos, os voos locais estão restritos a um volume de geralmente 15 ou 20.

6) Meta a faca!

Há uma conta que recomenda que exagerados por natureza devem colocar sobre a cama tudo o que pretendem levar e retirar sem dó pelo menos um terço. Funciona.

7) Saquinhos mil

Sabe aqueles presentes de avó, que geralmente vinham com o nome bordado e tudo? Eles são extremamente úteis na arte de organizar uma mala. Reserve saquinhos para as peças íntimas e também para cada par de sapatos.

8 ) Bote ordem no pedaço

Agora é que entra a parte mais “técnica”. Comece pelos sapatos, que devem forrar o fundo da mala. Abra as calças deixando metade delas para fora. Recheie com o resto dos itens, com o cuidado de enrolar camisetas e peças pequenas. No fim, “feche” as pernas das calças por cima de tudo, para que não amassem muito. Use as laterais para colocar os acessórios, os saquinhos de roupa íntima e as meias.
Fonte: Rachel Verano


Nenhum comentário:

Postar um comentário