Conexão Lia Nagel

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Forma de comer chocolate entrega comportamento sexual

O especialista conta que as semelhanças entre as duas atividades – motivo que inspirou o estudo – são maiores do que podemos imaginar. O chocolate possui propriedades calmantes e libera o hormônio endorfina, responsável por elevar a auto-estima, promover o bem-estar e afastar a ansiedade.

A sensação é muito parecida com a de um orgasmo, o auge do prazer sexual. Além disso, desde os tempos antigos, o doce é usado como afrodisíaco e, até hoje, faz parte do jogo das conquistas amorosas. Embora, por si só a análise não seja capaz de definir a personalidade de uma pessoa, pode ser bastante reveladora.

· Gulosa - come muitos pedaços. Para essas pessoas, o sexo é rápido, por vezes supérfluo. Têm o intuito de agradar o parceiro, mas acabam prejudicando a relação. Se for do sexo masculino, pode sofrer de ejaculação precoce.


· Desconfiada - gosta de chocolate, mas nunca aceita quando lhe oferecem. É cismada, ciumenta e controlada.


· Seletiva - prova vários sabores, mas não encontra um que lhe satisfaça. Em geral, são mulheres de boas condições financeiras sem grandes obstáculos na vida, mas que enfrentam dificuldades de obter prazer.


· Exigente - degusta apreciando a aparência, o aroma, a textura e o sabor do chocolate. Ela sabe curtir o sexo e exige bastante do parceiro. Pode estar insatisfeita em seus relacionamentos.


· Devoradora - é capaz de engolir um bombom inteiro sem morder, liquidar uma barra de chocolate de uma só vez. É característico de quem se acostumou a abreviar as brincadeiras sexuais, de casais que estão juntos há anos.



· Generosa - come um pedaço e guarda o resto para depois. Pode existir uma terceira pessoa nesse relacionamento.


Fonte: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário