Conexão Lia Nagel

sábado, 23 de abril de 2011

Chocolate em excesso pode ser prejudicial a saúde

Nesta época do ano é comum que as pessoas comam mais chocolate. Mas é bom lembrar que muita gente passa o ano inteiro sem colocar um único pedaço deste tipo de doce na boca. E é justamente aí que está o perigo: o consumo exagerado de chocolate em uma única vez pode trazer sérios prejuízos à saúde.


Eles são coloridos e chamam a atenção de adultos e crianças. Num labirinto desses ninguém quer encontrar a saída tão cedo. O estado de São Paulo é o maior consumidor de ovos de Páscoa. São quase 50 milhões de unidades - metade do que é produzido no país. No meio de tanta diversidade, é necessário alguns cuidados. "O chocolate tem uma grande quantidade de substâncias que podem trazer sérios problemas de saúde", explica a nutricionista Vanessa Santos.


Em excesso, chocolate engorda mesmo. Um bombom de 13 gramas tem 70 calorias. A boa notícia é que as pesquisas têm mostrado que o doce pode fazer bem à saúde. O chocolate na medida certa mantém as células jovens e a pressão arterial controlada. "Não existe uma quantidade padrão adequada para o consumo de chocolate. Vai depender de pessoa para pessoa, mas deve-se comer chocolate em pouca quantidade várias vezes e não tudo de uma única vez", comenta Vanessa.


Um pedaço de chocolate tem substâncias poderosas. O triptofano ajuda no desenvolvimento do feto em mulheres grávidas. O aminoácido também produz serotonina, um remédio para as tensas. A massa de cacau também tem magnésio, bom para os estressados.


Os nutricionistas fazem um alerta, principalmente para os pais que pretendem levar seus filhos aos supermercados na hora da compra do ovo de páscoa. Por mais que as crianças peçam um determinado tipo de chocolate, é necessário ficar atento a tabela nutricional do produto. "Quanto menos valor calórico tiver o chocolate, menos prejudicial a saúde ele será", finaliza Vanessa.


Fonte: Luciano Batista

Nenhum comentário:

Postar um comentário