Conexão Lia Nagel

terça-feira, 12 de abril de 2011

Beijo: dicas e truques com especialistas

13 de abril: Dia Internacional do Beijo


Alguns defendem que o beijo é o termômetro que informa se o parceiro é bom ou não de cama. Sim. Afinal, é uma das etapas preliminares mais importantes antes do ato sexual. E, por essa razão, existe até um dia para se comemorar. A origem da data, ninguém sabe ao certo.

Sabe-se apenas que o Dia Internacional do Beijo, 13 de abril, foi criado em 1982 como uma brincadeira escolar, e a notícia espalhou-se pelo planeta.

Pensando em comemorar, elencamos algumas dicas para que você aproveite ao máximo a data que, para a terapeuta Cláudya Toledo, deve ser mais do que lembrada. “As pessoas não sabem, mas existem diversos tipos de beijo, e beijar é um ato de saúde mesmo! É comprovado que o beijo pode ativar o funcionamento da nossa saúde orgânica, biológica e energética”, diz a especialista. Ela destaca alguns tipos de beijo para os internautas experimentarem nesse dia e praticarem sempre.

Variações inesperadas
Quem nunca caprichou em um beijo daqueles de cinema?
Todos nós, meros mortais, já nos esforçamos em performances de lábios colados.
Para divertir e informar, Cláudya Toledo elenca alguns tipos de beijos e suas representações:

· Beijo flex: com muita língua, saliva e mordidinhas. Representa prazer.

· Beijo power: o beijo em que um dita o ritmo para o outro. Representa posse.

· Beijo surpresa: aquele roubado, que causa susto e prazer inesperado; faz rir. Representa alegria.

· Beijo tântrico: tem uma evolução, sem hora para terminar. Representa êxtase.



Beijo levado a sério

Beijar é uma arte. Você sabia que existem 484 formas de beijar? É o que afirma Pedro Paulo Carneiro, autor do “Dossiê do Beijo”, editado pela Catedral das Letras. Um dos maiores estudiosos do assunto, e também jornalista, escritor, diretor de cinema e TV, Pedro conta, no livro, como essa curiosidade o assolou por anos e anos a ponto de virar pesquisa e trabalho sério. O autor, junto com o psicólogo inglês Marc Thompson, chegou a entrevistar mais de 16 mil pessoas pelo mundo sobre as sensações, curiosidades e histórias do beijo. Seu livro soma 13 anos de intensa busca de informações sobre esse ato tão gostoso e praticado. “Minha pesquisa sobre a arte de beijar começou com simples observações das pessoas se beijando. O que me chamou a atenção, inicialmente, foram as diferentes formas de expressar o beijo. Descobri que se pode claramente identificar a nacionalidade de uma pessoa pela forma com a qual ela beija.”

Cinco dos 484 tipos de beijos
O livro de Pedro Paulo Carneiro é uma verdadeira bíblia sobre o ato de beijar.

Selecionamos abaixo os beijos mais estranhos para você tentar praticar:

Beijo musical - Os lábios não se tocam. Uma boca sopra o ar na outra boca com cuidado, que controla as notas abrindo e fechando os lábios. Este tipo de beijo era muito utilizado na era hippie, principalmente nos Estados Unidos.

Beijo gelo - A introdução de alimentos ou outros objetos durante o beijo é uma forma bem interessante de variar. Neste caso específico, a diferença rápida de temperatura eleva o poder sensual do beijo.

Beijo Blade Runner - É o beijo que marca. A pessoa beijada ficará sentindo o Iatejar de seu beijo em sua boca durante pelo menos cinco dias, já que a pressão de seus lábios feriu sua gengiva e a dor foi anestesiada pelo roçar de sua língua.

Beijo Branca de Neve - Clássico beijo de vida, baseado na origem do beijo, quando as mães mastigavam os alimentos com a boca e depositavam na boca de seus filhos. É um beijo doce, que pode e deve ser dado a qualquer momento.

Beijo escorregadio - “Esta boca costuma escorregar pelo rosto, da testa até atingir os lábios. Gosto de chamá-los de ‘Beijo dos Extremos’. Ou são extremamente ingênuos ou são profundamente sensuais”, diz Pedro Paulo.


Tipos de Beijo



1. Beijo de lado

Quando as cabeças das duas pessoas se inclinam em direções opostas e o beijo é produzido nessa postura.

Essa é uma das formas mais comuns de se beijar e a preferida dos filmes. As cabeças inclinadas permitem um melhor contato dos lábios e uma penetração profunda da língua. É um modo excelente de começar um encontro amoroso apaixonado e também um modo de estimular a paixão entre o casal.

2. Beijo inclinado

Quando um dos dois coloca a cabeça para trás e a outra pessoa, que a segura pelo queixo, a beija. A doçura e o afeto são as emoções principais que são transmitidas com esse beijo. Um beijo desse tipo é apropriado para as preliminares, quando se prefere fazer sexo com lentidão e de frente.

3. Beijo direto

Quando os lábios dos dois se unem diretamente e se chupam como se fossem uma fruta madura. É um tipo de beijo em que o importante é que além de serem chupados, os lábios sejam mordiscados e levemente acariciados com a língua. É um beijo tranqüilo e demorado, que pode expressar uma forte paixão e que excita muitas pessoas mais do que o beijo de língua.

4. Beijo pressão

Os lábios se pressionam fortemente com a boca fechada. É um beijo para iniciar a relação ou para terminá-la, não convém mantê-lo por muito tempo. Os dentes se cravam na parte interior dos lábios e pode sair sangue.

5. Beijo superior

Quando um dos dois pega o lábio superior com seus dentes e o outro devolve o “carinho” beijando-lhe o lábio inferior. Na descrição deste beijo fala-se que uma pessoa do casal deve tomar a iniciativa e o outro se limita a correspondê-la. Nos casais atuais, cada um deve ser o mais criativo possível e deixar que a imaginação se expresse como ela é, e não se limite a responder a iniciativa do outro.

6. Beijo broche

Quando um dos dois se prende aos lábios de seu amante, isso é chamado de beijo broche. E se o que realiza o beijo toca seus dentes, a gengiva ou o céu da boca com a língua, esse beijo chama-se “luta de língua”.

7. Beijo palpitante

Quando um dos dois deposita sobre os lábios milhares de beijos bem pequenos percorrendo toda a boca e as comissuras (junção dos lábios).

8. Beijo contato

Quando se toca ligeiramente com a língua a boca do outro e faz apenas contato com os lábios.

9. Beijo para acender a chama

É o beijo na comissura (junção) dos lábios que costuma ser dado no meio da noite para incendiar a paixão.

10. Beijo para distrair

O beijo ideal para quando vocês estiverem assistindo a algo na televisão e a pessoa quer chamar a atenção do parceiro com seus beijos. Para começar, lembre-se de que nem todos os beijos precisam ser na boca. Outros lugares recomendados para iniciar a “batalha” são: a testa, os olhos, as bochechas, a zona abaixo da boca, a cabeça, a nuca e o pescoço junto com a clavícula.

11. Beijo nominal

Quando um dos dois se limita a tocar a boca do outro, depois de beijá-la, com os dedos.

12. Beijo com os cílios

Quando se percorre os lábios ou o rosto do outro e se acariciam os cílios com beijos.

13. Beijo com um dedo

Quando o amante percorre a boca da amada por dentro e por fora com um dedo.

14. Beijo com dois dedos

Quando o amante fecha dois dedos, molha-os ligeiramente nos lábios da amada e faz uma pressão sobre sua boca.

15. Beijo que desperta

O beijo que se dá nas têmporas, próximo da raiz do cabelo, quando o outro está dormindo, para despertá-lo com suavidade.

16. Beijo que demonstra

Costumam ser dados à noite e em lugares públicos. Um dos dois se aproxima do outro e o beija suavemente na mão ou no pescoço.

17. Beijo da lembrança

É dado quando os amantes estão descansando após a satisfação sexual e um dos dois coloca a cabeça sobre a coxa do outro e deixa-a cair, como se estivesse com sono, beijando-lhe na coxa ou nos dedos do pé.

18. Beijo transferido

Esse beijo ocorre quando o amante, na presença da amada, beija alguém que esteja próximo dele no rosto, ou mesmo alguma foto ou qualquer outra coisa, olhando para ela como se o beijo fosse para a parceira.

19. Beijo choroso

É produzido quando um dos dois sente tanta falta do outro, que na ausência do outro beija seu retrato.

20. Beijo viajante

Ainda que pareça que os beijos sempre costumam se centralizar na boca, colocar os lábios em outras partes do corpo é uma forma de excitação garantida.

21. Beijo sem pressa

A chave é prestar total atenção no corpo do outro. Quanto mais controle você tiver e mais se concentrar em acariciar e beijar cada canto do corpo, mais intensa será a sensação de prazer para ambos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário