Conexão Lia Nagel

segunda-feira, 28 de março de 2011

Homens também apelam para cirurgias plásticas ...

Você sabia quais são as cirurgias plásticas preferidas dos homens?



Os homens estão cada vez mais ligados ao lado da boa aparência e cuidados estéticos.
Prova disso é que, ano após ano, aumenta o interesse de pessoas do sexo masculino por cirurgias plásticas. Uma pesquisa realizada pelo IBOPE mostra um crescimento considerável no número de cirurgias plásticas feitas por homens.

Para o cirurgião plástico Sérgio Aluani, do Corpo Clínico do Hospital Albert Einstein, em São Paulo/SP, houve uma mudança radical no perfil do tipo de cirurgia que os homens estão procurando. "Até cinco anos atrás, vinham ao consultório atrás de procedimentos pouco invasivos, que não deixavam marcas, como preenchimentos, laser e luz pulsada", afirmou.
Hoje, com o avanço da medicina e o barateamento no custo de uma cirurgia, é possível a realização de duas plásticas em apenas uma cirurgia. Segundo pesquisa do IBOPE, encomendada pela coordenação do XI Simpósio de Cirurgia Plástica, em 2009, houve um aumento no número de procedimentos em homens. As grandes campeãs na preferência masculina foram:
1) Cirurgia de pálpebra (119.217 procedimentos)


Assim como a maioria das correções estéticas, as pálpebras começam a incomodar os pacientes com o passar dos anos. Com o avançar dos anos, as pálpebras ficam mais frouxas e com excesso de pele.
É uma cirurgia pequena com aplicação de anestesia, geralmente, local. Por ser uma intervenção simples, o tempo de internação pode ser de apenas 12 horas, mas os cuidados com o pós-operatório devem ser tomados por até duas semanas.
Valor médio*: R$ 3.250
2) Cirurgia de nariz (15.778 procedimentos)


O nariz é um dos maiores vilões no termos de estética. Grandes, pequenos, tortos, desproporcionais, são muitas as classificações. Alguns homens estão insatisfeitos com este "acessório" no meio da face, e optam por fazer pequenas alterações.
A rinoplastia pode, inclusive, corrigir problemas respiratórios causados por desvios nasais.
Dependendo do tipo de cirurgia, o processo pode ser mais ou menos complicado. A sedação pode ser geral ou local e o tempo de internação é de, geralmente, 24 horas. O tempo de recuperação total pode ser de até sete dias.
Valor médio*: R$ 3.950
3) Lipoaspiração (15.458 procedimentos)


A lipo já é uma cirurgia amplamente conhecida no Brasil, tendo as mulheres como principais pacientes. Agora, os homens também passaram a brigar com o excesso de gordura localizada e estão investindo neste tipo de intervenção. Muitos podem pensar que a cirurgia é feita para a eliminação de peso mas, na verdade, ela serve para melhorar o contorno na região da cintura e eliminar as gordurinhas que estão sobrando.
O tempo de internação e tipo de anestesia depende do nível pretendido no procedimento. Geralmente, o tempo hospital de é curto, com uma internação de apenas 24 horas. Mas o processo de recuperação total pode durar cerca de 20 dias, dependendo de cada caso.
Valor médio*: de R$ 2.650 a R$ 5.800
4) Cirurgia de face (15.027 procedimentos)


O lifiting facial ou cirurgia facial, sempre foi um sucesso entre as mulheres. Agora, para manter o ar mais jovial, os homens também estão entrando no bisturi. Com o passar dos anos, as rugas e excesso de pele começam a deixar a pele com algumas imperfeições.
A cirurgia remove excessos de pele e atua sobre alguns músculos de expressão facial.
A sedação pode ser local ou geral e o tempo de internação varia de 12 a 24 horas.
Valor médio*: R$ 6.550
5) Cirurgia de orelha (12.622 procedimentos)


Orelhas desproporcionais podem gerar traumas tanto em homens quanto em mulheres. As famosas orelhas de abano são responsáveis por grande parte da procura por este procedimento.
A cirurgia de orelha também é simples e o paciente pode receber alta no mesmo dia. Após a operação, alguns cuidados devem ser tomados, como ficar alguns dias sem dormir sobre a orelha operada.
Valor médio*: R$ 3.150
*Valores fornecidos pelo Centro Nacional Assessoria Administrativa Cirurgia Plástica, para o Estado de São Paulo/SP - Brasil
Fonte: Fábio Santos


Plásticas transformam homens em verdadeiros "gatos"


De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o número de homens que se submetem a cirurgias estéticas aumentou de 8% para 28% nos últimos 10 anos.
Já se foi o tempo em que preocupação com a beleza era exclusividade feminina. Hoje, com o aumento da competitividade na profissão e o incentivo da mídia, o público masculino adere cada vez mais à valorização da própria imagem, recorrendo aos recursos que a cirurgia plástica pode oferecer.
Plásticas no rosto

  • Calvície
    A técnica Ultra-Line consiste na retirada de uma faixa de couro cabeludo da região posterior da cabeça próxima à nuca, que é colocada na região onde há a calvície, restabelecendo definitivamente um novo cabelo, saudável e natural.

    "São utilizados em média 4.000 fios que crescerão por toda a vida. A partir do terceiro mês, todos os fios transplantados têm garantia de crescimento", explica a cirurgiã plástica, Dra. Lívia Iaconelli Dorgan.

    Já o implante capilar requer anestesia é local e a cirurgia dura aproximadamente duas horas e meia. O paciente vai para casa apenas com uma bandagem que é removida já no dia seguinte.

    Nos cuidados pós-operatórios, o curativo será retirado depois de 12 horas e pode-se voltar aos exercícios físicos após 15 dias. Os novos fios de cabelos começarão a crescer por volta de três meses. Preço médio: R$ 4,5 mil.
  • Papada
    Consiste num pequeno corte embaixo do queixo que retira a gordura com lipoaspiração. Caso haja flacidez de pele é necessário fazer um lifting, puxando toda a pele que está sobrando.

    "Nos pacientes mais velhos, onde há flacidez do pescoço pode ser requerida uma cirurgia de lifting, que inclui a remoção da pele em excesso", explica o cirurgião plástico, Dr. Luiz Paulo Barbosa.

    Na lipo, com um pequeno ponto na região do queixo aspira-se a gordura excedente. Os pontos são retirados depois de uma semana. A região pode ficar um pouco arroxeada. Usa-se a faixa compressora durante dois dias, mas a barba pode ser feita normalmente.

    No caso do lifting, a barba pode mudar um pouco de lugar e acabar nascendo pêlos atrás da orelha, mas é normal e nada muito grave. Utiliza-se sedação e local. Preço médio: R$ 2 mil (lipoaspiração), R$ 7 mil a 10mil (lifting).
  • Rugas faciais
    A ritidoplastia é uma cirurgia pode ser feita sob anestesia geral. As incisões são feitas dentro do cabelo, na região acima da orelha, contornando o pavilhão auricular até a sua metade posterior - e volta para dentro do cabelo.

    São cortes geralmente bem disfarçados pelas estruturas anatômicas, ficando pouco aparentes no pós-operatório tardio. Depois da cirurgia é feito um curativo compressivo, geralmente retirado em 24 a 48 horas. A retirada de pontos se faz dentro de um período de oito a dez dias. O inchaço e as equimoses praticamente desaparecem após esse período.

    Como cuidado básico recomenda-se ao paciente evitar exercícios físicos e exposição prolongada ao sol por 30 dias, em média. Custa cerca de R$ 3 mil a 7 mil.
  • Bolsas sob os olhos
    Depois dos 40 anos, o homem começa a apresentar bolsas de gordura na região das pálpebras inferiores, o que o deixa com um ar muito abatido.

    Nas pálpebras inferiores sem excesso de pele, pode-se utilizar a técnica transconjuntival, durante a blefaroplastiainterior, pela qual se retiram as bolsas, fazendo uma incisão na conjuntiva. Não há necessidade de cortar a pele.

    Se o paciente apresenta, simultaneamente, excesso de bolsas de gordura e pele nas pálpebras, é necessário usar a técnica da blefaroplastia convencional.

    É comum haver inchaço e hematomas na primeira semana ou até mesmo nos primeiros dez dias. Recomenda-se o uso de óculos escuros para evitar forçar a musculatura. Durante uma semana pode-se fazer compressas de água fria para diminuir o inchaço. Preço médio: de R$ 3 mil a R$ 6 mil.
  • Correção no nariz
    É a plástica que melhora a forma do nariz. Pode também corrigir o tão famoso desvio de septo, que dificulta a respiração. A forma do nariz deve ser adaptada ao rosto do paciente.

    A rinoplastia utiliza anestesia local com sedação. Não há necessidade de internação, o paciente fica no hospital apenas durante cerca de 12 horas.

    Uma imobilização do nariz é colocada, utilizando gesso, placas de alumínio ou plástico. Tampões intranasais freqüentemente são necessários. Edema e equimoses são freqüentes, mas diminuem em pouco tempo. O resultado final leva de três a seis meses para ser notado. Depois da cirurgia o paciente deverá evitar exercícios físicos mais pesados e exposição ao sol por 30 dias. Custa entre R$ 3,3 mil a R$ 4,2 mil.
  • Queda do supercílio
    Às vezes, além da flacidez palpebral, o paciente apresenta uma queda dos supercílios, o que dá a ele um aspecto muito cansado e fechado.

    A correção desse problema pode ser feita através da blefaroplastia superior, uma incisão na borda superior do supercílio, onde é retirado um fuso de pele e essa estrutura é levantada.

    Como a incisão é feita na borda superciliar, a cicatriz fica bem disfarçada, por vezes simulando uma pequena ruga frontal. No pós-operatório, o paciente pode voltar às atividades normais após um período de dez dias. As incisões são feitas em lugares estratégicos e, com o passar do tempo, tornam-se praticamente invisíveis. Entre R$ 4 mil e R$ 8 mil.
    Plásticas no corpo
  • Ginecomastia
    Quando há um desenvolvimento da glândula mamária masculina, a correção é feita com um corte em volta da aréola e retira-se a glândula e a gordura excedente. Às vezes complementa-se com uma lipoaspiração. Utiliza-se sedação e anestesia local.

    A recuperação é rápida; o paciente fica enfaixado durante uns dois dias (às vezes pode ter um dreno), mas no terceiro ou quarto dia pode estar fazendo quase tudo. Após quinze dias o paciente já volta à vida normal. Retiram-se os pontos depois de uma semana a dez dias. Preço médio: de R$ 4 mil a R$ 6 mil.
  • Prótese do Tórax
    Deixar o músculo peitoral definido rapidamente. Essa é a função da prótese para a região do tórax, feita de um material mais compacto, que tem a consistência exata de um músculo trabalhado.

    A prótese é colocada via axilar e fica localizada embaixo do músculo. "A sensibilidade não muda e pode-se fazer exercícios depois normalmente, porque não vai influenciar no crescimento muscular", explica o cirurgião plástico, Dr. George Soares.

    Utiliza-se sedação mais local. No pós-operatório, usa uma faixa de compressão em volta do peito e também uma camiseta elástica, por 15 dias a um mês. Trabalhar, só depois de 10 a 15 dias e não se pode dirigir. Custa entre R$ 9 mil e R$ 12 mil.
  • Excesso de gordura no abdome
    Os homens com boa elasticidade de pele que têm só uma quantia moderada de excesso de gordura abdominal podem se beneficiar da lipo. A técnica cirúrgica limita-se a aspirar a gordura que está localizada no subcutâneo logo abaixo da pele, não dentro da cavidade abdominal.

    Segundo o cirurgião plástico, Dr. George Soares, o homem que tem aquela barriga grande e dura (a famosa barriga de cerveja) não pode fazer lipo porque a gordura está concentrada no epíploon - estrutura anatômica que fica dentro do abdome -, formando um avental por cima de todas as vísceras. Este local é capaz de receber gordura e aumentar a barriga no homem, porque é sensível ao depósito de triglicérides, um tipo de gordura criada a partir dos carboidratos, como o álcool.

    "O epíploon é uma camada interna e profunda que fica próxima das vísceras. Por isso não conseguimos aspirar essa região muito delicada e perigosa", esclarece o cirurgião.

    Utiliza-se anestesia peridural com sedação. A recuperação é rápida - depois de uma semana você já pode estar fazendo exercícios leves, como caminhada ou bicicleta. Custa de R$ 5 mil a R$ 8 mil.
  • Prótese de coxas
    Habitualmente as pessoas que mais procuram essa plástica são as que têm pernas arqueadas. "A prótese pode ser colocada onde houver necessidade, podendo inclusive imitar o músculo da coxa. Normalmente ela é inserida na parte interna da perna", explica o cirurgião plástico, Dr. Nicola Menichelli Neto.

    As incisões são feitas na virilha ou nos sulcos subglúteos. Utiliza-se anestesia peridural. A internação ocorre pela manhã e o paciente já sai no final do dia. Em duas semanas o operado está liberado para as atividades cotidianas. Preço médio é de R$ 8 mil.
  • Prótese de panturrilhas
    A prótese fica exatamente na parte posterior e medial da perna. Ela é colocada entre os músculos, e fica profunda porque está embaixo da fáscia. Não é necessário trocar a prótese porque ela é sólida.

    "Mas se deve tomar cuidado no pós-operatório, pois muitas vezes o paciente, achando que vai ajudar, veste uma meia elástica muito agarrada e acaba fazendo com que a prótese fique mais levantada", explica o Dr. Nicola.

    Repouso de dois a três dias; movimentação normal (trabalhar, dirigir, subir escadas) apenas depois de uma semana. Após um mês e meio pode-se começar a fazer musculação. Não há pontos externos, apenas internos, que não precisam ser removidos. Utiliza-se sedação peridural. Interna-se de manhã e já no final do dia o paciente pode ir embora (semi-ambulatorial). Valor aproximado: R$ 3,5 mil.

  • Fonte: Terra

  • CONHEÇA ALGUMAS TÉCNICAS CIRÚRGICAS
    Antes da cirurgia deverá ser avaliado o tipo e condições da pele, distribuição de cabelo e barba, e localização de possíveis cicatrizes
    Para se obter bons resultados se devem seguir rigorosamente as instruções do cirurgião
    Para os homens, os lugares mais comuns de lipoaspiração são a barriga, os flancos (pneuzinhos) e a papada
    Boa alimentação e exercícios devem fazer parte da rotina para que os resultados sejam maximizados
    No procedimento de implante de cabelos, pequenas ilhas de fios são transplantadas da região onde há cabelos, para a região onde não há. A correção da calvície é realizada em várias sessões.


    APARÊNCIA MASCULINA

    É fato que o homem de hoje mostra-se mais preocupado com a sua forma física, alimentação, cabelos, dietas; usa cremes, produtos e roupas que valorizem sua aparência e a procura da cirurgia plástica tornou-se mais freqüente.

    As estatísticas comprovam este comportamento, fazendo com que o mercado em geral se envolva, cada vez mais, no universo da vaidade masculina.
    A mídia tem publicado resultados de pesquisas sobre o assunto.



    A exemplo, a 2Brasil Research & Consulting entrevistou homens entre 25 e 64 anos de idade em São Paulo, sobre a preocupação do homem brasileiro com a aparência: 82% acham importante ter a pele bem cuidada, 80% gastam mais de cinco minutos diários com a aparência, 78% acham importante ter o corpo esbelto, 72% se pesam regularmente, 68% acham certo fazer cirurgia plástica somente por estética, 25% já fizeram dieta e 5% já fizeram cirurgia plástica. Só não tem o percentual de quantos já pagaram uma cirurgia plástica para as mulheres.

    "O que está acontecendo na realidade, é uma incursão masculina pelo universo feminino em quase todos os seus domínios, da mesma forma que elas têm avançado no deles reciprocamente e movimento como o feminismo às libertou de tantas prisões. O mais visível, obviamente, é o trato com a aparência".

    Segundo o psicólogo americano Alon Gratch, autor do livro "Se os Homens Falassem", essa transformação é mais profunda. Ele fala que o mais provável é que o homem começou a admitir que tem emoções e as esconde cada vez menos. Que chorar também é coisa de homem, assim como ser ou procurar estar bonito não afeta em nada a sua masculinidade. Caso contrário, o que diríamos dos índios que se adornam e se pintam, provavelmente imitando a natureza, onde os animais machos são os mais bem aprumados, exuberantes, belos e chamativos para atrair suas companheiras.

    Isto põe em risco o velho preconceito machista que diz que homem que é homem não liga para isso ou aquilo e tem que se comportar como macho. Homem que é homem não deixa de ser homem por ter vaidade.

    Veja bem o que dita a mídia em pesquisa, que muda com muita facilidade as suas leis, sobre o que é "ser um homem sexy": ele tem que ter pele morena, cabeça estreita, lábios cheios, não grossos e simétricos (o inferior igual ao superior), sobrancelhas escuras e espessas, cílios fartos e escuros, a metade superior do rosto maior que a inferior, maçãs do rosto altas (mais perto dos olhos), mandíbula e queixo proeminentes, pálpebras estreitas, ausência de rugas entre o nariz e a boca, conhecidas como bigode chinês (fonte: Universidade de Regensburg - Alemanha). E aí, você se enquadra neste contexto? Se não se enquadra o que faria para estar nele? Será que a cirurgia plástica explica e faz tudo isto?

    Nós da BG Cirurgia Plástica achamos que se deve respeitar o direito de ser de qualquer pessoa e que a beleza é individual. Faça a sua regra e procure sentir-se bem com você e principalmente com os outros. Mantenha a sua atitude e convicção. Já falamos em outro artigo, que é tão digno sentir-se bem com as transformações e rugas que acometem no nosso corpo com o decorrer da idade, assim como se torna digno, também, corrigi-las caso não nos sintamo-nos bem com elas.

    As transformações realizadas através da cirurgia plástica são possíveis dentro de um contexto de ética, discutindo-se as reais possibilidades e expectativas, com bom senso, harmonia e em comum acordo com o paciente. A experiência genética de transformação da aparência física só existe no cinema.
    Assim como é inexorável o tempo, é impossível para o cirurgião plástico devolver a um paciente a aparência igual à de uma foto dos seus tantos anos atrás, como também para aqueles, que seguindo os ditames da moda e regras de padrão de beleza veiculadas nas pesquisas, quererem transformar-se em uma outra pessoa com características bastante diferentes das suas. Não podemos esquecer de um exemplo mundialmente conhecido, de um super star da música americana que exemplifica bem esse fracasso.

    Quem é que está completamente satisfeito com o seu corpo? Quem não gostaria de ser mais alto, ter os olhos mais claros, o cabelo assim, etc?

    A cirurgia plástica evoluiu muito e como toda ciência em beneficio do homem, para a sua melhoria de bem viver, gostar-se, atrair, ser notado, sentir-se belo e desejado. A cirurgia plástica tem no corpo humano seu substrato principal de trabalho; por isso lida com algumas limitações que transcendem o uso da boa técnica e a habilidade do cirurgião.

    É um campo bastante complexo que exige estudo constante e compreensão da dinâmica humana e de seus conceitos. A cirurgia plástica está à disposição para qualquer pessoa , independente de cor, idade e sexo.

    "Homens", sejam bem-vindos ao mundo da Cirurgia Plástica.


    Fonte: Dr. Benedito Vieira e Dr. George Soares (membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica)






    Um comentário:

    1. parece boa, mas a frente parece um pouco artificial. Cabelo natural tem uma combinação de cabelos do bebê e cheio cabelos grossos que fazem com que pareça natural. Com qualquer transplante de cabelo, você tem implantes de espessura perfeitamente assimétricas através do couro cabeludo, que lhe confere um aspecto artificial. Alguém concorda?

      ResponderExcluir