Conexão Lia Nagel

Pesquisar neste blog

Tradutor - Translate

domingo, 13 de abril de 2014

Chocolates e Enxaqueca


Excesso de chocolate pode causar mais crises de Enxaqueca! Cuidado com os exageros com chocolate na Páscoa.





A enxaqueca é uma doença multifatorial, com uma predisposição interna e fatores desencadeantes externos. Dos fatores desencadeantes, dos fatores que causam enxaqueca, dividimos em fatores alimentares, ambientais, hormonais e comportamentais.

Dentre os fatores alimentares estão entre os mais importantes o jejum (ficar sem comer, pular refeições), o álcool, o excesso de cafeína (presente no café, chás pretos, refrigerantes, chocolates e analgésicos). Outros fatores alimentares menos frequentes são os adoçantes, glutamato monossódico (aji-no-moto), condimentos, temperos fortes, enlatados, embutidos, frutas cítricas, nozes, sorvete, comida gordurosa.

O CHOCOLATE

Chocolate é um alimento desencadeante de crises de enxaqueca, é uma das causas da enxaqueca, embora não seja a predominante. Existe até um mito de que o chocolate sendo consumido na fase de pródromo, anterior a crise de enxaqueca, quando uma vontade de comer doce toma conta de quem tem enxaqueca e em seguida (horas depois) vem a enxaqueca, muitas vezes se põe a culpa no chocolate, mas na verdade pode ter sido apenas o pródromo da enxaqueca.


Mas na PÁSCOA o CHOCOLATE passa a ter uma importância maior, com o exagero do consumo, muitas pessoas, inclusive crianças passam a ter crises de enxaqueca com a ingesta dos chocolates.
O chocolate pode desencadear crises de enxaqueca por várias razões, pelo seu conteúdo de:
1. Cafeína, 2. Gordura, 3. presença de nozes ou outras frutas secas.
Cuidado com os exageros! 
Não exceda no consumo do chocolate!

Segundo a nutricionista Vanessa Santos, o chocolate tem uma grande quantidade de substâncias que podem trazer sérios problemas de saúde.
O chocolate em excesso engorda mesmo. Um bombom de 13 gramas tem 70 calorias. Entretanto, pesquisas têm mostrado que essa guloseima pode fazer bem à saúde. Consumido na medida certa ele é capaz de manter as células jovens e a pressão arterial controlada.
O chocolate é composto de substâncias poderosas para o nosso organismo:
O triptofano ajuda no desenvolvimento do feto em mulheres grávidas.
O aminoácido também produz serotonina, um remédio para as tensas.
A massa de cacau também tem magnésio, bom para combater o estresse.
Um alerta: É necessário ficar atento a tabela nutricional do produto, pois quanto menos valor calórico tiver o chocolate, menos prejuízos à saúde ele pode causar.

Fonte: Folha de São Paulo; Dr Mario Peres, médico neurologista; Vanessa Santos, nutricionista; Lia Nagel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário