Conexão Lia Nagel

Pesquisar neste blog

Tradutor - Translate

terça-feira, 6 de maio de 2014

A Grande e Abençoada Dádiva de Ser Mãe!


Todavia, será preservada através de sua missão de mãe, se elas permanecerem em fé e amor e santificação, com bom senso.”


I Timóteo 2:15

Mãe é a expressão do Amor de Deus. Ser mãe é uma dádiva de Deus. Ser mãe é receber de Deus um sublime dom. (Gera posteridade)
Ser mãe é receber um singelo dom. (Pois não existe outra forma de gerar o homem a não ser do ventre de uma mãe)
Ser mãe é receber um perpétuo dom. (Ela concebe um ser que nasce para ser eterno, nunca morrerá)
Dizem que cada criança que nasce é um telegrama de Deus anunciando que ainda ama o homem.

A MISSÃO DE SER MÃE

“Talvez um dos papéis mais preponderantes da mulher destacado na bíblia, seja o de mãe, embora todos os papéis sejam igualmente reconhecidos. Esse papel de mãe era tão importante nos tempos bíblicos que a esterilidade feminina chegava a ser considerada uma maldição divina, porquanto furtava a mulher de uma de suasfunções mais importante na vida. Há casos destacados com especialidade como o de Sara( Gn 17:15), Raquel (Gn30), e Ana (I Sm 1:2). R. C.
Quanto ao caráter negativo:
Muitas noites acordadas, cansaços físicos, frustrações, renúncias, ingratidões, uma tarefa difícil, árdua.
Ser mãe não é simplesmente colocar uma criança no mundo. Ser mãe não é eximir-se de sua responsabilidade e repassá-la a outrem, como empregadas, babás, parentes, amigos e creches.
Ninguém substitui o amor e o cuidado de uma mãe.
Quanto ao caráter positivo:
É gratificante para a mãe ver o filho que ela amamentou crescido, criado, formado, bem encaminhado na vida.
É honroso para a mãe ver em seus filhos suas próprias virtudes. É alentador para a mãe ser reconhecida por seus filhos como aquela que esteve ao seu lado nos momentos mais difíceis, educando, corrigindo, formando, protegendo, consolando, animando.
Todo e qualquer investimento, afim de que seja próspero tem que ter uma boa mão de que o cuida. Assim é a mãe, para que seu filho seja prospero durante sua vida.
As várias funções da Mãe:
Gerar (conceber). Alimentar. Consolar. Dar amor. Proteção. Educar. (ensinar, edificar, exortar, corrigir, repreender). “ Ensina a criança no caminho que deve andar e ainda quando for velho não se desviará dele” Pv 22:6 “ Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o aprendeste. E que desde a infância sabes as sagrada letras que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Jesus Cristo.” II Tm 3:14,15

AS VÁRIAS MÃES DA BÍBLIA

Ana (mãe de Samuel) a dor da esterilidade, não a faz desistir, mas clama a Deus que lhe responde dando-lhe o primeiro dos grandes profetas de Deus: Samuel, I Sm 1. Depois teve outros cinco filhos como bênção do Deus Altíssimo.
Rispa, a mãe modelo, mãe amorosa, não abandonou seus filhos nem quando morreram; passando aproximadamente seis meses enxotando as aves de rapina para que não comessem os corpos de seus dois filhos expostos na terra. Foi honrada por rei Davi, enterrando seus filhos nas sepulturas dos reis de Israel. (2 Sm. 21:8-14).
Quantas mães já abandonaram seus filhos, mesmo vivos? Uma tristeza.
Rispa, foi uma mãe virtuosa que entendeu e aceitou a missão de ser mãe. Uma mãe verdadeiramente convertida aos seus filhos. ( Malaquias 4:6) Mesmo em face ao sofrimento, e morte, não abandonou seus filhos nem de dia e noite ficava perto de seus corpos não deixando as aves devorar seus corpos.
Quantas mães já desistiram de seus filhos deixando que as aves das drogas, dos traficantes, prostituições, más compainhas, os pecados diversos, filmes e revistas pornográficas, namoros fornicares, namorados dormirem na casa.
Enxote essas aves de seus filhos, mande embora, mas não perca seus filhos.
Maria, mãe de Jesus, o acompanhava em todos os momentos até na hora do sofrimento da Cruz.
Mãe da filha possessa. Saiu da sua cidade Grécia de origem Siro-Fenícia levou sua filha possessa a Jesus para ser liberta. Mc 7:24-30

AS BÊNCÃOS DA MÃE VIRTUOSA

Será sempre lembrada em suas virtudes ( “Como dizia minha mãe”). Não é abandonada na velhice. Não será esquecida nem quando morrer. Será sempre amada. Seu caráter estará evidente em seus filhos e na sua posteridade. Deus a honrará como honrou a Rispa.
O amor de Deus representado simbolicamente pelo amor de mãe: “ Mas Sião diz: O Senhor me desamparou, o Senhor se esqueceu de mim. Acaso pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que se compadece do filho do seu ventre? Mas ainda que essa viesse esquecer-se dele, eu, todavia , não me esqueceria de ti” Is 49:14,15
“ Quando Israel era menino, eu o amei; e do Egito chamei o meu filho… Todavia eu ensinei a andar a Efraim; tomei-os nos meus braços, mas não atinaram que eu os curava. Atrai-os com cordas humanas, com laços de amor, e fui para com eles como quem alivia o jugo de sobre as suas queixadas, e me inclinei para dar-lhes de comer.” Os 11:1,3,4
Deus abençoe cada dia as mães. Para que compreendendo a sua missão na terra, nunca desfaleça, nunca desista, nunca desanime, pois estará plantando uma semente, regando com amor, paciência e oração.
Com certeza mãe você verá um dia o fruto de teu trabalho, da noite mal dormida, das lágrimas escorridas, daquele filho que se foi sem dar noticia; Deus te mostrará os frutos de tuas orações, dizendo: “filha bendita nem tudo está perdido vi tuas lágrimas e acolhi tuas orações, vede os frutos de tuas orações e de teu labor.”
O amor de Deus representado simbolicamente pelo amor de mãe: “ Mas Sião diz: O Senhor me desamparou, o Senhor se esqueceu de mim. Acaso pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que se compadece do filho do seu ventre? Mas ainda que essa viesse esquecer-se dele, eu, todavia , não me esqueceria de ti” Is 49:14,15
“ Quando Israel era menino, eu o amei; e do Egito chamei o meu filho… Todavia eu ensinei a andar a Efraim; tomei-os nos meus braços, mas não atinaram que eu os curava. Atrai-os com cordas humanas, com laços de amor, e fui para com eles como quem alivia o jugo de sobre as suas queixadas, e me inclinei para dar-lhes de comer.” Os 11:1,3,4
Deus abençoe cada dia as mães. Para que compreendendo a sua missão na terra, nunca desfaleça, nunca desista, nunca desanime, pois estará plantando uma semente, regando com amor, paciência e oração.
Com certeza mãe você verá um dia o fruto de teu trabalho, da noite mal dormida, das lágrimas escorridas, daquele filho que se foi sem dar noticia; Deus te mostrará os frutos de tuas orações, dizendo: “filha bendita nem tudo está perdido vi tuas lágrimas e acolhi tuas orações, vede os frutos de tuas orações e de teu labor.”

Fonte: Pastor Francisco Nascimento


O Desafio de ser Mãe


“É importante perceber a floresta que cresce e não somente a floresta que cai”

Ser mãe é uma experiência única, maravilhosa e encantadora, mas também cheia de grandes desafios. Porém, é preciso crer que as dificuldades fazem parte do caminhar, mas são possíveis de superar.


A cada sim de uma mulher para gerar e educar um filho, Deus continua sua obra de criação do mundo e da humanidade porque quando uma mulher se torna mãe, o mundo ganha mais uma oportunidade de se renovar. Isso mostra como o ser mãe é dotado de grande responsabilidade, mas que também é uma missão de suma importância.

É preciso ver o lado bom de ser mãe. Sem dúvida, as compensações são inúmeras, tanto individualmente, como coletivamente. Ao contrário do que muita gente pensa, que em virtude da superpopulação, escassez de alimentos, desajustes ambientais, dificuldades econômicas, entre outros grandes problemas vividos no planeta, o “colocar um filho no mundo” não é contribuir para o caos, mas para a superação dele. Já que, nascer faz parte do sentido da vida. Entender isso é respeitar a condição natural de ser humano e de convivência.

O grande diferencial está na forma como se encara o ser mãe e o ser pai. A esperança é um grande aliado. Ter a consciência de que cada um pode contribuir para um hoje mais fraterno e menos desigual, colabora com Deus no processo de recriar o mundo e dá um grande salto para uma humanidade mais qualificada. Afinal, a Paz começa em cada um de nós.

Cada gesto e cada olhar de uma mãe representam o AMOR, revelando Deus e seu projeto salvífico. Pois, o amor incondicional de uma mãe é matéria de salvação e esperança, não foi à toa que Deus quis que seu filho amado viesse ao mundo através do ventre de uma mulher.

Os desafios são muitos, no entanto, alguns possuem maior peso quando a inversão de valores e a crise ética vividas pela sociedade atual são levadas em conta.

Um deles é dialogar em todas as circunstâncias. O diálogo fortalece os vínculos, amadurece as relações e o próprio indivíduo; O outro seria dizer “não” na hora e medida certa, isso é estruturante do sujeito, afinal, quem ama, verdadeiramente, educa e diz não. O terceiro seria formar a consciência de que o ser é mais importante do que o ter, partindo do pressuposto de que somos a obra-prima de Deus.

Pontos como esses estão diretamente ligados ao maior de todos, o desafio de educar à luz de Cristo. A evangelização dos filhos demanda um grande esforço que vale a pena pois gera neles o entendimento de que viver bem, significa conviver bem. Os valores cristãos norteiam qualquer pessoa para a felicidade plena, geram atitudes maduras e pessoas responsáveis em tudo que fazem.

É fundamental que nós mães abramos o coração a cada dia para a Graça de Deus porque assim o processo de educação se torna mais simples e prazeroso, além de que conseguiremos aderir ao real sentido da nossa missão como mães.

Tomemos o exemplo bíblico de Maria, sua fé e suas ações como referência, pois ela viveu o amor maternal com simplicidade, paciência e compreensão, e com o mais importante: a consciência do seu papel como mãe.

Parabéns a todas as mulheres que assumiram, corajosamente, a missão de ser mãe e, principalmente, por indicarem aos filhos o caminho do Deus Vivo.

Fonte: Emília Moreira


Mulher virtuosa, quem achará?



Tenho aprendido muitas coisas interessantes e importantes na vida, mas a mais preciosa é que Deus me ama e tem um plano para minha vida e este plano é que cada dia eu me torne mais parecida com Cristo, seu unigênito filho. E para que isso ocorra, eu tenho de passar pelo menos alguns minutos do meu dia em conversa, comunhão com Ele, para que aprendendo dEle, através da sua palavra, e em conversas (oração) íntimas e pessoais, receba dEle toda orientação que preciso para viver uma vida com propósito e alegria.
O desejo do meu coração é que muitas mulheres também aprendam isso e possam ver suas vidas serem transformadas e edifiquem seus lares. A mulher virtuosa descrita em Provérbios 31, muitas vezes dá-nos a impressão de uma super-mulher. A bíblia a descreve como sendo uma mulher esperta, habilidosa, próspera e forte, um verdadeiro exemplo a ser seguido.
Assim, fui “garimpar” sobre o significado de virtuosa. Comecei pelo dicionário Aurélio e lá encontrei que virtuosa significa “aquela que têm virtudes”. Virtudes significa“disposição firme e constante para a prática do bem, força moral e valor.” Na Nova Versão Internacional da Bíblia ela é chamada de “esposa exemplar”, e no hebraico a palavra “virtuosa” pode significar rica, próspera, valorosa, ousadamente corajosa, forte, guerreira poderosa.
Notem que em nenhum momento a palavra perfeita apareceu. É possível para qualquer uma de nós ser uma mulher virtuosa. Para isso Deus está disposto a nos capacitar, nos enchendo com sua maravilhosa graça, fluindo através de nós, transformando nossa vida e nosso lar.
Estava lendo um livro (O Livro das Virtudes da Mulher – Ed. Mundo Cristão), e uma das autoras, relata sobre uma viagem que ela e o marido fizeram ao Havaí e, lá conheceram as Cataratas Wiamoku. Ela conta:
“As cataratas Wiamoku, são formadas por 7 poços interligados que caem um por cima do outro montanha abaixo até desembocarem no Oceano Pacífico. Quando as chuvas caem elas enchem o primeiro poço, este transborda, formando uma queda d’água, que acaba por cair sobre o segundo poço, que transborda e caí sobre o terceiro, assim sucessivamente até que todos os 7 poços estejam cheios e formando um espetáculo de 7 quedas.”
Ela ainda compara esta maravilha com nosso relacionamento com Deus, dizendo que:
“Quando chegamos até Cristo, Deus derrama suas bênçãos sobre nós, enche-nos com seu amor, poder e graça. Quanto mais tempo passamos com ele, mais nós nos enchemos de seu amor, que transborda sobre aqueles que estão a nossa volta.”
Eu gostei muito deste exemplo porque ele nos ajuda a vislumbrar a importância de nosso período de comunhão com Deus, quando permitimos que Deus nos encha com sua presença, nos transforme à sua imagem e semelhança, nossas atitudes serão transformadas e automaticamente transbordaremos sobre aqueles que convivem conosco e abençoaremos suas vidas também. Mas para que isso realmente aconteça precisamos nos esvaziar de nós mesmas e nos enchermos de Deus.
Voltando a falar sobre a mulher virtuosa de Provérbios 31, já que ela é um exemplo a ser seguido vamos ver algumas de suas prioridades e valores.
Provérbios 31 :10-31
  1. Relacionamento com seu Deus – Prov 31:25, 26,30
  2. Relacionamento com seu marido – Prov 31:11,23,28,29
  3. Relacionamento com seus filhos – Prov 31:21,28,
  4. Relacionamento com sua vida e seu trabalho – Prov. 31:13-19,21,22,24,27
  5. Relacionamento com seu ministério – Prov 31:20,26,29,31
  6. Relacionamento consigo mesma, cuidado pessoal – Prov 31:17,18,22,25,30
Certamente essa mulher sabia onde se encher. Ela buscava em Deus a sabedoria para fazer sua vida valer a pena e ela também sabia que Deus tinha um plano para sua vida. Meu desejo é ser como ela e, se teu desejo também é esse, convido você a caminhar conosco e, principalmente, com Cristo, permitindo que Ele nos transforme em mulheres virtuosas.

Fonte: Ictus

Mãe:
Estás orando pelo teu filho para que conheça Jesus? ou estás orando pelo teu filho porque ele se desviou dos caminhos do Senhor e tu sentes a responsabilidade de que ele precisa de se voltar para o Pai?
O mundo não tem nada para oferecer a não ser mentiras e falsidades, e tu como mãe necessitas forças para lutar pelo teu filho, orando em todo o tempo, jejuando a favor dele, quebrando laços e todo o jugo que o prende aos caminhos do mundo. Fica firme, mãe, as promessas de Deus são para ti. Continua a confiar em Deus, que vela pela sua Palavra para a cumprir. Não desistas nunca de lutar por essa bênção que Deus te deu que é o teu filho, e que Jesus o salvou e deu a sua vida por ele. Lê e medita na Palavra do Senhor, procura encontrar a resposta nessa Palavra que fala ao teu coração quando o buscas. Entrega tudo ao Senhor, entrega o teu filho, confessa diante do Pai que o teu filho lhe pertence, é dele e foi comprado pelo sangue de Jesus na cruz do Calvário. Luta que vencerás.


Mat 7:7-8 Pedí, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á.
Pois todo o que pede, recebe; e quem busca, acha; e ao que bate, abrir-se-lhe-á.

Fonte Isabel-Campenhe
Jesus Cristo abençoe as mães de todo mundo! Lia Nagel

Nenhum comentário:

Postar um comentário