Conexão Lia Nagel

terça-feira, 7 de junho de 2011

Emagreça no inverno



O frio é um cúmplice das dietas de emagrecimento.

No inverno, o corpo produz mais calor e ativa mecanismos naturais que queimam gordura acumulada

Nosso corpo possui um mecanismo termostático que mantém constante a temperatura. Não importa o clima, um termômetro na axila marcará 36,6ºC. Como qualquer motor, há um aquecimento natural no organismo. Imagine uma sala a 35ºC. Nosso aquecimento natural de quase 10ºC elevaria a temperatura interna para perto de 45ºC! Os mecanismos de resfriamento, contudo, não permitem isso e o suor faz parte do processo. Imagine, agora, um ambiente a menos de 20ºC. O sistema fisiológico de aquecimento ataca as gorduras acumuladas, “queimando” mais combustível, e produzindo calor extra. Se não fizer assim, o aquecimento interno ficará abaixo de 36,6 graus, o que também não é saudável. No inverno, o corpo produz mais calor, o que aumenta o consumo de combustível. Se um obeso precisa “queimar” mais calorias, o frio ativa o mecanismo que o emagrece. Como disse em meu livro Viva o Magro!, se você restringir o consumo de calorias no inverno, seu corpo terá que gastar combustível guardado.

O frio é um grande cúmplice do emagrecimento, ao contrário das saunas, que apenas desidratam. Pode realmente atenuar os efeitos engordativos da dieta exagerada em calorias. Portanto, beneficie-se do inverno. Pratos servidos bem quentes dão, nesta estação, a sensação de mais aconchego e saciedade. Adicione, para simular mais calorias no alimento, um ou mais temperos picantes, como pimenta vermelha, pimenta-do-reino, alecrim, manjerona, wasabi (usado no sashimi), gengibre, cebola, alho, limão, vinagre de vinho, vinagre comum, etc. Essas calorias se dissiparão em toda a massa corporal e não engordarão, embora, esquentando, exijam temporariamente, menos queima de combustível. De qualquer modo, será melhor que ingerir alimentos muito calóricos.

Sopas e consomês magros servidos quentes podem simular a sensação de que são muito energéticos. A lista de hortaliças cozidas é imensa, como brócolis, couve, couve-flor, vagem, escarola, broto de abóbora, broto de bambu, beterraba, espinafre, cenoura, e tantas outras. Carnes magras e massas sem gorduras (sem molhos com gorduras, maionese, bacon, queijos gordos) são excelentes no inverno.

Substitua o chocolate quente, pela infinita variedade de deliciosos chás, servidos quentes e com adoçantes não calóricos. É melhor atuar assim e poder degustar sem grandes problemas, um saboroso vinho seco, ou mesmo suave, em grande estilo.

No caso de querer se arriscar em pratos calóricos, como fondue e feijoada, deve-se estar consciente do procedimento e de suas conseqüências. Submeter-se ao frio no dia-a-dia durante o inverno, atenuará os efeitos dessas calorias extras, mas poderá ser insuficiente. E você terá que usar os recursos existentes para se recuperar do ganho de peso. Enfim, pare de dizer que inverno engorda. Não espere o verão para começar seu regime. Faça-o agora. O verão, das roupas leves que expõem o corpo, está chegando.

• Ingerir gordura não aquece o corpo no inverno. Apenas facilita o desenvolvimento de obesidade

• Queimar 7.000quilocalorias emagrece um quilo. E uma hora de caminhada queima apenas 300

• Para cada 3.500quilocalorias de energia excedidas
na
comida ou nasbebidas, ocorre o armazenamento
de
454 gramas de gordura no corpo.

Fonte: Jair Tadeu G. de Oliveira é médico endocrinologista e autor do livro de emagrecimento Viva o Magro! (Editora Panda Books)

Algumas Dicas:

Como Emagrecer no Inverno:

- Substitua os queijos amarelos pelos brancos;
- Troque o chocolate quente, por um chá com adoçante;
- Se fizer um Fondue, utilize queijos magros;
- No inverno é difícil consumir vegetais crus, faça legumes refogados, suflês light, com molhos light.
- As sopas devem ser preparadas com legumes, sem creme de leite ou queijos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário