Conexão Lia Nagel

Pesquisar neste blog

Tradutor - Translate

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Mulher Madura: Valorize seu guarda roupa!

As tendências vão e vem, mas a pergunta que fica é sempre a mesma: com que roupa eu vou?
Saber escolher as peças adequadas ao corpo e à idade nem sempre é fácil.
Adotar um visual moderno e jovial é o que todas as mulheres maduram querem, mas nem sempre conseguem.
Quem entende do assunto garante que é possível ser discreta sem perder a beleza e elegância que a maturidade proporciona.



A mulher madura não precisa ser, necessariamente, conservadora.
E isso se encaixa muito bem ao modo como essa mulher se veste.
Com alguns cuidados, é possível combinar idade e estilo.
Para a consultora de moda e personal stylist Cris Vieira, uma das regras mais importantes para a mulher madura é saber adequar sua personalidade à sua imagem. “A mulher que hoje já passou dos 50, 60 precisa observar seu corpo, seu estilo de vida e sua idade para escolher a melhor opção na hora de se vestir. Ela deve prestar atenção aos comprimentos, babados, evitando o excesso de pele à mostra, sempre dando ênfase à discrição, mas sem perder a elegância e a modernidade”, afirma ela.


Uma das grandes dificuldades que a ala feminina enfrenta ao abrir o guarda roupa é a insegurança para escolher a peça mais adequada. Elas querem estar na moda, mas nem sempre a moda está com elas. “A insegurança está associada à imagem da mulher que a indústria vende, a de uma mulher de beleza inatingível. O mercado está se transformando e buscando sanar as necessidades desse público, mas ainda há pouca oferta em relação ao tamanho do mercado que pode ser explorado. Minha dica é que a mulher se cuide de maneira saudável, sem neurose, e tentando sempre mostrar ao mundo o que ela tem de mais bonito”, aconselha a consultora de moda.

Ainda que a moda não valorize a mulher madura como potencial consumidora que ela é, peças básicas, conhecidas também como coringas, garantem um visual moderno, sem chances de errar. “Algumas peças nunca saem de moda, por isso, toda mulher deve ter no armário. Uma saia preta reta ou evasê (mais aberta), de acordo com o tipo físico; lenços e echarpes; calças de alfaiataria com corte reto e sem falar naquele jeans que sempre é uma boa pedida. Pode ser também uma camisa branca bem cortada, um casaco “trench coat” para o inverno, e uma sandália peep toe (aberta na frente) em um tom nude, cor de pele. Na dúvida, a melhor opção são as peças clássicas”, garante Cris Vieira.


Se por um lado algumas peças podem garantir um visual impecável, outras podem estragar toda uma produção. Na intenção de querer parecerem mais jovens, muitas mulheres acabam pecando pelo excesso. “Quanto mais idade, mais bom senso. O mais importante é que a mulher seja fiel à sua personalidade. Babados, mini comprimentos, decotes muito chamativos devem ser evitados.Também não recomendo estampas muito românticas, delicadas e grandes demais, pois a primeira não combina com a idade e a segunda é muito fácil errar e ampliar a silhueta. O melhor conselho é não perder a autenticidade. A mulher não pode querer criar a imagem de uma mulher que ela não é”, finaliza a personal stylist.


Fonte:


Cris Vieira




Nenhum comentário:

Postar um comentário