Conexão Lia Nagel

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Olheiras: tipos, tratamentos, truques, dicas

Adeus ao olho de panda!


Vilãs de um visual saudável, as olheiras deixam o rosto com uma aparência cansada e envelhecida. Elas aparecem devido às pequenas alterações nos vasos sanguíneos, muitas vezes herdadas de família. Existem ainda pessoas com um excesso de pigmentação ao redor dos olhos.
Mas as origens do problema não param por aí. Quem sofre de rinite ou sinusite alérgica apresenta uma grande congestão nessa área do rosto. Alterações hormonais da gravidez e da amamentação e a própria menstruação também incham e mudam o tom das pálpebras. Sem contar o excesso de álcool, o cigarro, noites maldormidas e alimentação desequilibrada, que afetam não só os olhos, mas a saúde como um todo. Para devolver o frescor de uma boa noite de sono:
• aposte em cremes contra olheira à base de aloe vera, arnica, hamamélis, tília, camomila, vitaminas C e E. Essas substâncias melhoram a circulação, descongestionam e clareiam.
• tratamentos como peeling de ácido tioglicólico e laser surtem bons efeitos. O primeiro é indicado para quem tem olheiras muito profundas e crônicas, já que o ácido é usado em altas concentrações. Já o feixe de luz do laser melhora a circulação da área e, conseqüentemente, suaviza as manchas.
• Não saia de casa sem um corretivo. Ele é o melhor pronto-socorro que já inventaram quando o assunto é disfarce.

Está escrito


Cristiana Arcangeli em seu livro Beleza para a Vida Inteira recomenda deixar o creme para o contorno dos olhos na geladeira. Segundo ela, quando gelado, o produto diminui o aspecto inchado dos olhos. De acordo com o dermatologista Otávio Macedo no livro A Construção da Beleza, hidratar a região dos olhos com cremes específicos, com vitamina K, C ou com ácido retinóico ou glicólico, assim como com polifenóis (chá-verde) é fundamental para sanar o problema.

Fonte:Fiquelinda


Olheiras: dicas para eliminá-las
Você pode acabar com as olheiras definitivamente, usar produtos para minimizar ou recorrer a truques rápidos de maquiagem



Não há como fugir das respostas naturais do nosso corpo, não é? Uma noite mal dormida ou o cansaço excessivo normalmente vêm acompanhados de olheiras que comprometem qualquer look. Afinal, como tratá-las?
Primeiro, é importante saber o que são as tais manchas escuras. A região da pálpebra inferior é amplamente irrigada por vasos sanguíneos. Com esses vasos dilatados, ocorre uma espécie de inchaço local por causa da saída de glóbulos vermelhos do interior deles para a derme. "Estas hemácias sofrem uma transformação química, com depósito de pigmentos férricos, o que torna a região mais amarronzada", explica a Dra Valéria Marcondes, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética. 
O agravante vem com a idade. Quando ficamos mais velhas ou por fatores genéticos a pele pode se tornar mais flácida e os vasos mais volumosos, o que pode aumentar e intensificar a coloração local, explica.

Tratamentos


Laser:
Se você quer acabar definitivamente com as olheiras permanentes, a melhor opção é o laser, que pode atuar no sistema vascular ou na pigmentação da pele. O laser de luz pulsada emite um feixe de luz que é atraído pela cor da região escura, e provoca a fragmentação do pigmento, clareando a pele, esclarece a Dra. Valéria. 
Durante a aplicação do laser, os olhos devem estar protegidos com protetores oculares (externos ou internos) que impeçam que os raios atinjam o órgão, pois há risco de uma queimadura ocular. Este tipo de tratamento requer de 4 a 5 sessões e pode provocar vermelhidão e inchaço no local de 3 a 4 dias. Durante esse período é importante evitar exposição solar para evitar manchas na pele. 
Cremes:
Mas se você não quer se submeter as sessões de laser pode recorrer a tratamentos que agem na drenagem local e que melhoram a vasodilatação venosa, como é o caso de produtos com bioflavanóides (rutina, benzopironas, escina). Seus princípios ativos aumentam o tônus venoso e com isso diminuem a dilatação, já que atuam na microcirculação sanguínea.
Peeling:
Peelings também são bem-vindos! Os ácidos promovem uma esfoliação suave da região com clareamento, porém esse tipo de tratamento é restrito, dependendo da avaliação criteriosa de um médico para evitar manchas ou quaisquer complicações. Em uma versão menos abrasiva, você pode recorrer aos produtos despigmentantes, isto é, que removem o pigmento, como o ácido kójico, fítico, hidroquinona ou aqua licorice.
Carboxiterapia:
Segundo a Dra. Valéria, a carboxiterapia tem se mostrado eficaz também para o tratamento das olheiras. Através da infiltração subcutânea de gás CO2 (dióxido de carbono), há um aumento das trocas de oxigênio no local que melhora a irrigação e nutrição celular, além do fato que o descolamento físico promovido pelo gás estimula a formação de novas fibras de colágeno, o que melhora a flacidez da pele. São necessárias de 5 a 8 sessões semanais e normalmente a região fica inchada e com hematomas.

Truques rápidos!


Se a situação for de emergência você pode recorrer para alguns truques de maquiagem que irão resolver o problema! Conversamos com o maquiador Cayo Lanza, do Studio W, para saber o que ele indica. Para a mulher que teve uma noite mal dormida e quer se ver livre das olheiras, o primeiro passo é escolher um bom corretivo do mesmo tom da pele. No mercado existem produtos compactos, líquidos e os em forma de bastão. Escolha o tipo que oferece melhor aplicação para você. 
Com um pincel, a mulher deve passar o produto em toda a pálpebra superior e inferior, no canto dos olhos, canto do nariz e abrindo levemente para as maças do rosto para uniformizar com o restante da pele do rosto, explica. 
Se as manchas estiverem muito escuras o procedimento é mesmo, apenas tome cuidado na hora de escolher o corretivo! O certo é misturar o corretivo no tom da pele com um que tenha um matiz mais avermelhado, dessa forma você consegue neutralizar o fundo escuro da mancha.
É importante lembrar que na hora de fazer o make nos olhos, as mulheres que apresentam manchas escuras devem esquecer o lápis preto. Ele vai carregar ainda mais as olheiras. Prefira sempre os tons claros ou apenas o corretivo, finaliza.

Fonte: Juliana Arruda


Que tipo de olheira é a sua?
Elas podem ser pigmentares, vasculares ou mistas; descubra a sua e saiba como tratá-la


Basta aquela noite mal dormida ou a chegada da TPM que elas já aparecem: arroxeadas, profundas e impiedosas. Enfatizando ainda mais a expressão cansada e gerando um aspecto descuidado, as olheiras são um mal que assombra muitas pessoas.
As olheiras podem ser pigmentares, vasculares ou mistas, e o médico tem como determinar exatamente qual é a causa das olheiras de cada paciente, para melhor tratá-la, afirma o dermatologista Ademir Júnior. As pigmentares são as de origem genética, como as olheiras que costumam apresentar os descendentes de árabes ou indianos, por exemplo. As olheiras vasculares são as que aparecem por conta de alguma situação, como no caso de quem fuma, de uma noite mal dormida, épocas estressantes, cansaço, bebedeira, tensão pré-menstrual etc. Já as mistas são as olheiras de causa pigmentar e vascular, explica o médico.
A sabedoria popular é mesmo sábia
Certamente o melhor a se fazer para melhorar as olheiras é descobrir o que as está causando e tratá-las diariamente com cremes e outras técnicas. Mas numa emergência, as receitinhas caseiras que a vovó ensinava podem fazer maravilhas pela sua aparência. Quem nunca ouviu falar das rodelas de pepino sobre os olhos ou das bolsinhas de chá de camomila?
De fato, estas receitas podem melhorar o aspecto das olheiras, confirma o Dr. Ademir. Isso porque o pepino é composto por elementos hidratantes e flavonoides que, além de retardarem o envelhecimento, são substâncias anti-edematosas, ou seja, reduzem o inchaço e fortalecem a parede das artérias e as veias microfinas dessa área, ensina.
E não é só o pepino. Também podemos encontrar essa propriedade no ginko-biloba, no café verde, na alcachofra e na camomila. Uma dica de ouro que posso dar para quem tem olheiras de origem pigmentar e não tem um bom creme à mão é fazer um chá de camomila usando dois saquinhos, deixar no freezer e colocar na área dos olhos; um saquinho de chá em cada olho. Não dizem que camomila clareia tudo? Pois até o pigmento das olheiras ela ameniza, diz o dermatologista.
E como é comprovado, de agora em diante basta apelar para o chá de camomila ou as rodelas de pepino, deixar em contato com as olheiras de cinco a dez minutos e sua aparência será outra.
Há quem use pomadas específicas para hemorroidas para melhorar as olheiras. Essas pomadas estimulam a circulação de onde forem aplicadas, e por isso podem clarear as olheiras momentaneamente. Mas não se esqueça de comprar um tubo de pomada só para esta finalidade, nada de usar o mesmo tubo para os dois problemas, orienta o médico.

Como tratar?

Hoje em dia, os tratamentos mais indicados para amenizar as olheiras são os tratamentos com laser e luz pulsada. Com esses equipamentos, o médico consegue escolher se quer tratar olheiras especificamente pigmentares, vasculares ou mistas. Cada sessão deve ser repetida em intervalos de vinte e um a quarenta dias, dependendo da cicatrização da pele, diz o Dr. Ademir. Outra opção, essa mais indicada para as olheiras de origem pigmentar, são os peelings superficiais, que também devem ser repetidos no mesmo intervalo do tratamento com laser ou luz pulsada.
Além disso, quem tem olheiras deve utilizar diariamente (de manhã e à noite) os cremes específicos para a área dos olhos e os cremes anti-idade, de preferência os que possuem agentes clareadores e antiedêmicos (como vitamina C, vitamina E e os princípios ativos citados acima).

Dicas de maquiagem para disfarçar o problema


Além dos cremes e tratamentos, a maquiagem, se aplicada de maneira correta, também pode nos ajudar a disfarçar as olheiras. Porém, se a pessoa não souber como fazer, pode acabar piorando o efeito, como ensina a maquiadora Camila Irala: Cada pessoa tem um tom e tipo de pele, e deve usar o corretivo adequado para a tonalidade de suas olheiras. Normalmente o corretivo salmão é à prova de erros, pois é o meio termo entre o amarelo e o vermelho-rosa, anulando tanto olheiras mais roxas quanto olheiras mais azuladas. Se não achar corretivo nesse tom, o melhor é comprar os mais rosados no caso de olheiras azuladas-acinzentadas e mais amarelados no caso das arroxeadas, sempre numa cor mais próxima do resto do teu rosto, para as olheiras não acabarem como manchas brancas embaixo dos olhos.
Também é importante saber o quanto aplicar do produto: Comece sempre aplicando pouco e aumente a quantidade devagar. Um bom truque é se afastar do espelho a cada carregada de corretivo, pois olhando de perto as olheiras podem parecer mais ou menos aparentes, e o resultado pode acabar sutil ou carregado demais, já que muito produto acaba realçando as olheiras.
Para finalizar, mais dicas preciosas de Camila:
- O olho bem marcado, com sombra preta ou escura, pode disfarçar as olheiras, contanto que você use esse make só na pálpebra superior dos olhos.
- Chamar atenção para outras áreas, evidenciando a boca e apresentando uma pele bem feita são sempre um bom jeito de camuflar as olheiras.
- Não pese demais em sombras ou lápis escuros na parte debaixo dos olhos, pois isso não só pode realçar como também escurecer o make se ele escorrer ao decorrer do dia.

- Às vezes, carregar demais no blush pode evidenciar a correção das olheiras; observe-se.

Fonte: Melissa Giorgetti

Receitas caseiras para olheiras


- Para atenuar olheiras devido a noites mal dormidas, rale uma batata no ralador de queijo, encharque dois chumaços de algodão com a pasta de batatas e coloque sobre os olhos por dez minutos. A seguir lave a região.
- Faça compressas de chá de camomila por dez minutos.
- Corrija as olheiras fazendo uso de maquiagem. Escolha um corretivo em bastão, deslize o produto desde a base do nariz até o canto externo dos olhos.

2 comentários:

  1. Interessante as dicas, Lia! Um abraço Alessandra

    ResponderExcluir
  2. Obrigada minha querida amiga Alessandra. Para mim sempre é com satisfação que recebo um comentário de um leitor de meu blog. Que Deus abençoe sua vida! E por favor, continue acompanhando minhas novidades... Beijos, Lia.

    ResponderExcluir