Conexão Lia Nagel

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Carne Vermelha

As carnes estão geralmente associadas a obesidade, colesterol elevado e até mesmo câncer, mas não há razão para fugir da carne vermelha: os especialistas garantem que todos podem comer o seu bife sem culpa.

Segundo a nutricionista Eliana Pereira Vellozo, a carne bovina é uma excelente fonte de proteína, fornece todos os aminoácidos que necessitamos, inclusive os não produzidos pelo nosso organismo.

É uma das principais fontes de ferro, zinco, vitamina B12, selênio e fósforo.

E, ainda, boa fonte de niacina, vitamina B6 e riboflavina, nutrientes indispensáveis para um crescimento saudável.

"Vale a pena mencionar que o ferro é fundamental para as nossas células de defesa, portanto sua carência está associada ao aumento de infecções e também à anemia", diz.

A frequência de consumo e o tipo de carne bovina definem o bem e o mal.

O conselho da profissional é ingerir uma porção ao dia, três vezes por semana.

"Nos outros dias devemos variar com carne branca, aves ou peixes", diz. Opte sempre por cortes magros, com menor teor de gordura, como patinho, maminha, músculo, lagarto, filé mignon, coxão duro e coxão mole.

Atenção aos cortes mais gordos: acém, alcatra, contrafilé de costela, cupim, picanha, fraldinha e costela. "Esses cortes são ricos em gorduras saturadas e colesterol, propiciando o aumento de doenças cardiovasculares.

Portanto, deve-se evitar seu consumo ou consumir em ocasiões esporádicas e de forma moderada."


Fonte: Rosana Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário