Conexão Lia Nagel

Pesquisar neste blog

Tradutor - Translate

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Especial Perfumes Femininos


O que é o Perfume?
A composição química é formada por substâncias químicas orgânicas como: Alcoóis, acetados, éteres, ésteres, ácidos carboxílicos, resinas, as quais formam as essências que são oleosas, as quais dão origem aos perfumes.
Para se compreender mais este “grande sedutor” devemos entender que:

O uso de um perfume exige, sobretudo, sensualidade e atenção de quem usa e de quem cheira. Perfumar-se vai além do gosto. Trata-se de um potente aliado dos seres com o desejo de explorar a memória olfativa alheia em proveito pessoal.
Como aliado na arte de sedução, os perfumes fazem a diferença quando se deseja marcar presença, tornar-se marcante.
Existe um cheiro para mulheres de vida agitadas, que mal tem tempo para se mesma. Outro para as audaciosas, ardente e apaixonado. Uma fragrância comprometida com a modernidade ou romantismo. Uma que busca uma essência que diferencia homens e mulheres, marcando o roteiro da paixão.
Por fim, o uso do perfume traduz os indivíduos e as suas características. Nesse particular, a maioria das pessoas não tem idéia dos efeitos que podem ser provocados por uma determinada fragrância.
Em outro “post” falarei mais detalhes sobre o poder das essências, cheiros, fragâncias!!!
Um pouco da história do perfume:
O perfume é considerado um produto indispensável para qualquer pessoa de bom gosto em toda sociedade. Inicialmente, era usado pela alta sociedade como sendo um acessório de luxo, mas depois, tornou-se disponível para as pessoas mais comuns na sociedade.
Na idade moderna, o uso do perfume tornou-se virtualmente indispensável para adicionar potencial à personalidade de uma pessoa.
A história do perfume pode ser seguida de volta aos tempos antigos do Egito. A palavra `perfume` foi inventada pela combinação de duas palavras do latim tais como `per` (completamente) e `fume` (fumo).
A arte de fazer perfume ocorreu no antigo Egito, mas foram os Romanos e os Árabes que o melhoraram subsequentemente.
Há muitos procedimentos que estão sendo seguidos atualmente para fazer os perfumes modernos, mas o processo mais usado é extraindo o óleo das flores por destilação que foi introduzida por um doutor iraniano de nome Avicenna.
Geralmente, as fórmulas exatas de fazer perfumes e fragrâncias são mantidas confidenciais pelas casas de perfume; entretanto, alguns especialistas em perfume são hábeis o bastante para identificar desde os ingredientes, aos componentes e às origens do perfume. Nos dias atuais, a França continua dominando a indústria européia do perfume desde o projeto à comercialização do mesmo e as perfumarias têm se tornado um dos negócios mais rentáveis do mundo.
Como escolher o perfume certo?
Escolher o perfume e a fragrância certas tem se tornado cada vez mais difícil para os clientes uma vez que o mercado dos cosméticos tem sido invadido por inúmeras marcas novas de perfumes a cada dia. Atualmente, perfumes e fragrâncias podem ser encontrados em sabores e ingredientes diferentes. Eles são fabricados e oferecidos em frascos com formatos diferentes e em tamanhos de acordo com as necessidades dos clientes.
Ao visitar uma loja de cosméticos, o cliente fica frequentemente confuso sobre o que é apropriado para ele ou para ela. Entretanto, existem algumas diretrizes que se seguidas podem ajudar aqueles clientes confusos a tirarem suas dúvidas e a selecionar o perfume certo para eles.
Escolhendo o perfume ideal:

É como escolher uma roupa, maquiagem ou decidir um novo corte de cabelo. É preciso levar em conta a sua personalidade e escolher a fragrância que mais combine com o seu estilo. Afinal, assim como você é única, o seu cheiro também pode ser.
Para ajudar a encontrar o seu aroma, vale a pena experimentar vários perfumes diferentes. E nada de comprar a fragrância só porque é um lançamento ou porque fica bem na sua amiga. Quando em contato com a pele, as essências do perfume reagem fazendo com que ele ganhe uma identidade exclusiva, por isso o mesmo perfume nunca fica igual de pessoa para pessoa.
Conhecendo o perfume:
Antes de escolher um perfume, é preciso saber que ele é composto por três notas. A nota de cabeça é o cheiro que você sente na primeira borrifada de cabeça, a de corpo, que pode ser sentida quando o perfume seca na pele e finalmente a nota de fundo, que é o aroma que permanece na pele. Como o cheiro do perfume muda enquanto passa de uma nota para a outra, você pode gostar na primeira impressão, mas depois mudar totalmente de idéias. O ideal é não decidir na hora e aguardar 40 minutos depois de borrifar o produto na pele para sentir novamente o cheiro do perfume.
Os aromas chegam pelo nariz, tocam diretamente o coração e, alguns deles fixam-se na lembrança para sempre.
Portanto, algumas dicas são indispensáveis na hora de escolher um perfume:
Pele:
Experimente perfumes e fragrâncias diferentes para saber qual a mais indicada para a sua pele e com melhor resultado. Dois perfumes nunca são semelhantes na fragrância, no sabor e no gosto. De modos que, nem tudo que parece mais adequado é necessariamente o melhor para você. Não dê preferência exclusiva a um perfume unicamente por ser de marca. Vale a pena experimentar e testar vários perfumes antes de se decidir por uma marca em particular. Os pulsos são a melhor parte do corpo para testar o perfume. Mas não esfregue um no outro na tentativa de fazer com que o perfume penetre melhor na pele, isso destrói a estrutura da fragrância e faz com que ela evapore antes.
Cheiro:

Prefira sempre um perfume que tenha um cheiro fresco e que o faz sentir-se atrativo. Peça a opinião da sua melhor amiga sobre o perfume que você está experimentando. Frequentemente é a outra pessoa que pode dizer-lhe o que fica bem em você, isto é, se essa pessoa estiver sendo muito honesta.
Ingredientes e sabores:

Os perfumes podem ser selecionados usando ingredientes e sabores diferentes. Existem diferentes categorias de perfumes como`woody, fruit, floral, oceanic, green e oriental`. Geralmente, cada uma destas fragrâncias é apropriada para homem ou para mulher dependendo das suas preferências pessoais. Entretanto, você poderá sempre optar por aquela que melhor satisfaça à sua personalidade e estilo de vida.
Clima e Estação:
Ao escolher um perfume, deve-se considerar o clima e a estação. O que perece melhor no inverno pode não ser suficientemente bom no verão. O clima pode modificar o cheiro do perfume. Assim, é extremamente importante escolher o perfume que faz justiça ao clima e, como foi mencionado antes, à sua pele e ao seu gosto também. Em ambientes com temperaturas altas, o aroma se intensifica e dura menos tempo. Já em ambientes frescos, os perfumes podem durar mais na pele. As fragrâncias que combinam com o dia e com o verão são mais leves e frescas, como florais, lavandas e cítricos. Para a noite e os dias mais frios de inverno, as fragrâncias orientais e chypres, que são mais encorpadas e sofisticadas, são uma boa pedida.
Ocasião:
Além disso, os perfumes devem ser selecionados de acordo com as ocasiões e festas também. Por exemplo, um determinado perfume pode parecer perfeito para uma festa de aniversário em que você se encontra, mas quando se trata de um encontro na sala de reuniões da firma, a escolha do perfume tem que ser diferente.
Personalidade:

Para cada personalidade, um perfume diferente. Há um perfume certo para cada mulher.
Perfume é bom e todo mundo gosta. Há pessoas que usam mais, algumas menos. Mas, no fundo, no fundo, todas se sentem mais atraentes quando passam uma fragrância especial. Mas existem certos tipos de mulheres que combinam mais com determinado cheiro do que outras. Isso só se descobre a partir do faro, já que a escolha é puramente pessoal, e os aromas mudam dependendo da pele. No final, o perfume acaba simplesmente por transmitir a personalidade e o estado de espírito de quem o usa.
Para mulheres de personalidade forte otimista e cheia de vida, os perfumes cítricos combinam com você.
Para mulheres de personalidade misteriosa, sedutora e sensual:
Pode apostar em fragrâncias com notas especiais, como canela, madeira e baunilha ou até mesmo nos perfumes masculinos.
Para as mulheres glamorosas:
Essas mulheres acertam ao escolher fragrâncias orientais com nuances quentes e toque adocicado, que combinam notas de âmbar, baunilha, especiarias e incenso.
Para as mulheres românticas e delicadas:
Os perfumes florais, com jasmim, rosa e flores silvestres, com tons de frutas combinam bem com esse estilo, pois expressam feminilidade. Os florais mais delicados como rosas, violetas e flores brancas se destacam.
Para as mulheres clássicas:
“Ela não segue modismos, embora se aproprie da moda quando lhe convém”, explica a avaliadora olfativa da Natura, Monica Pinotti. Para ela, a mulher clássica tem muita opinião e prefere texturas refinadas e sutis. O estilo refinado e elegante da mulher clássica pede perfumes com fragrâncias chypre florais, florais amadeirados, orientais florais ou ainda nos distintos florais aldeídicos. Famílias olfativas polarizantes ou enjoativas estão fora de questão. As melhores opções são: chipre verde, fresco e floral ou pelo floral verde ou fresco.
Uma dica para a mulher clássica é o J’Adore, da Dior.
Para as mulheres esportivas:
“Ela reina na academia, e não perde tempo com pequenas vaidades”, conta Monica. O elemento básico de qualquer atleta é o corpo, então roupas e cheiros devem ser apenas um complemento ao que ela já tem. Florais verdes e florais frescos são os mais apropriados para ela.
O 212 Splash, da Carolina Herrera pode ser uma boa escolha para a esportista, por ter um cheiro bem refrescante.
Para as mulheres modernas:
Tem tudo do seu próprio jeito. É alguém que se reinventa o tempo todo, com os mais variados looks. É descolada, gosta de transparências, botas, pulseiras e unhas de cores variadas. De personalidade alegre e despojada, essa mulher combina com fragrâncias frescas e vibrantes, através da combinação de notas como limão, bergamota, mandarina, lavanda, alecrim, pêra e maçã. Aposte também no grupo de perfumes unissex. Os perfumes prediletos são os com notas transparentes e modernas. As famílias olfativas que mais combinam são as florais verde, frutal ou fresco.
A mulher moderna combina com o Flower by Kenzo que dá aroma à inodora papoula.
Para as mulheres exuberantes:
“Não passa despercebida nem quando entra em um lugar, nem quando sai. Os olhares a seguem, o seu andar reluz”, explica Monica. É carismática e sexy, nasceu para brilhar. Os perfumes mais adequados são o floral gustativo e o oriental ambarado. Uma boa opção para ela, com um nome sugestivo, é Ange ou Démon, da Givenchy, que combina laranja mandarim com lírio e baunilha.
Características por pele:
Morenas e negras:
Geralmente é mais oleosa e nela as fragrâncias duram mais. Essências orientais costumam ser as favoritas.
Loiras:
Peles claras preferem criações multiflorais de longa duração. Geralmente têm a pele seca e as fragrâncias evaporam facilmente.
Ruivas:
Têm a pele muito clara e delicada, incompatíveis com fragrâncias que contenham muitas notas verdes.
Notas dos perfumes:
A composição de um perfume é resultado de uma combinação média de 75 a 200 essências, por isso a emissão dos seus odores é dividida em três etapas, as chamadas notas, cada qual com seu tempo de duração: notas de cabeça, notas de coração e notas de fundo. Significa praticamente o cheiro dividido em etapas. Cada nota tem o seu tempo de evaporação e, portanto também tem o seu tempo de fixação e duração na pele.
Notas de cabeça:
É a primeira impressão que se tem do perfume. As notas evaporam-se em cerca de 3 minutos.
Notas de coração:
É o verdadeiro cheiro do perfume e se mantém na pele de cinco a oito horas.
Notas de fundo:
São as últimas notas a evaporarem, permanecendo na pele por até vinte e quatro horas. (Geralmente são as notas mais agradáveis e que gostamos de ter na pele).
Dica:
Vale a pena questionar com o vendedor sobre a nota de coração do perfume que você deseja. Assim, terá certeza se aquela fragrância realmente a satisfará.
Concentração e poder de fixação do perfume:

Você passa seu perfume de manhã e depois de algumas horas o cheirinho já foi embora? Isso acontece porque a força de um perfume depende, basicamente, da concentração de fragrância e das matérias-primas utilizadas em sua concepção. Ao pé da letra, a palavra perfume aplica-se somente ao extrato – o tipo de mistura que contém a mais alta proporção de fragrância concentrada e com o menor teor de álcool possível (as outras misturas quase sempre levam um pouco de água na fórmula).
Portanto, quanto maior a concentração de fragrância, mais tempo ele dura na sua pele.
Os perfumes são divididos em quatro tipos diferentes, dependendo da concentração:
Parfum ou extrait:
A forma mais concentrada de um perfume. Varia de 20 a 30% de concentração de essência no produto. O cheiro permanece intenso por até 24 horas e seu uso só é recomendado em países tropicais, como o Brasil, à noite e em dias mais frios.
Eau de parfum:
Um pouco mais diluída do parfum. Varia de 15 a 20% de concentração de essência no produto. Na forma líquida, geralmente apresenta-se em frascos de médio a pequenos volumes.
Eau de toilette ou desodorante colônia:
A forma mais diluída do perfume. Para um produto ser classificado como desodorante colônia, deve apresentar em sua composição um ingrediente ativo desodorizante. A concentração de essência varia muito de acordo com o tipo e preço, sendo mais comum à faixa de 5 a 15%.
Splashes colônias:
A mais diluída dos desodorantes colônias, conhecida por sua refrescância e uso abundante. Geralmente tem baixas concentrações de essência, entre 3 a 5%. Sua função principal é prolongar o frescor e conforto do banho.
Aromaterapia - Mágicos poderes:
Desde tempos muito remotos, flores e plantas em geral estão relacionadas a poderes mágicos. E nesse aspecto, um dos usos mais comuns tem sido como afrodisíaco.
A imagem de belas feiticeiras preparando "poções do amor" à base de plantas e flores faz parte da mitologia de vários povos.
Não se sabe ao certo se as poções eram preparadas para funcionar como um medicamento e acabavam agindo como afrodisíacos, ou se a intenção era fazer mesmo um "feitiço" e as substâncias presentes nas plantas agiam favoravelmente. A única certeza é que essa história é muito antiga.
Acredita-se que os afrodisíacos tenham surgido na Grécia Antiga, quando os gregos cultuavam Afrodite, a deusa do amor, da beleza e da fecundidade - com cerimônias e rituais especiais, nos quais eram ingeridas poções do amor, na esperança de que aumentassem o vigor e o prazer sexual. Ervas, flores e especiarias regidas por Afrodite (Vênus, para os romanos) eram usadas como ingredientes no preparo dessas poções e, com isso, ganharam a fama de "afrodisíacos".
A cultura popular de povos do mundo todo tem muito a contar sobre seus afrodisíacos.
A ciência ainda enfrenta muitas dificuldades para comprovar as propriedades verdadeiramente "excitantes" dos chamados afrodisíacos. Certas linhas de estudo defendem que o mecanismo que desperta o prazer nos humanos é resultado de uma série de estímulos recebidos por meio dos sentidos (olfato, tato, visão, paladar e audição) somados a uma boa dose de fantasia.
Seja pelo perfume, pelas substâncias quando ingeridas, pelo óleo usado em massagens em banho... enfim, algumas flores e plantas ficaram famosas como poderosos afrodisíacos.
As principais famílias olfativas são:
Orientais Florais:
Geralmente compostas por essências de baunilha, patchouly, ylang ylang. Traduzem-se em perfumes sofisticados, fortes, sensuais e marcantes. Assim como o óleo de jasmim, a aromaterapia considera o óleo obtido das flores do Ylang Ylang (Cananga odorata) um poderoso afrodisíaco, que estimula o apetite sexual aguçando os sentidos.
Aplicado em massagens ou simplesmente vaporizado no ambiente, acredita-se que esse óleo essencial é capaz de maravilhas.
Na Indonésia, por exemplo, era costume cobrir a cama dos recém-casados com flores do Ylang Ylang, para inspirar uma ótima noite de lua-de-mel.
Jasmim (Jaminum officinalis):
Outra flor considerada afrodisíaca há séculos. Várias espécies de jasmim apresentam um perfume doce e envolvente. O óleo desta flor - um dos mais caros do mundo - é usado como ingrediente na preparação dos mais valiosos perfumes que hoje existem no mercado (o Chanel no. 5 é um deles).
Muito ligado ao aspecto feminino, o jasmim inspirava as canções ardentes e lascívas dos poetas árabes.
Era, também, uma das flores mais usadas pelas "favoritas" dos sultões ao se enfeitarem para as longas noites de amor. Além disso, elas tomavam um banho com óleo de jasmim e, depois, espalhavam-no pelo corpo em massagens sensuais.
Para os hindus, esta flor está intimamente ligada ao amor e, por isso, ainda hoje é utilizada na montagem de grinaldas nupciais.
Sobre o óleo de jasmim, é interessante reproduzir as palavras de Marcel Lavabre, em sua obra "Aromaterapia, a Cura pelos Óleos Essenciais":
"Graças aos supremos poderes sensuais, o jasmim é o melhor afrodisíaco que a aromaterapia pode oferecer. No entanto, não deve ser considerado um mero estimulante para o sexo. O jasmim desfaz a inibição, solta a imaginação e deixa a pessoa num estado jubiloso. Num certo sentido, o poder do jasmim só pode ser experimentado por completo por quem se ama de verdade, pois ele transcende o amor físico e libera toda a energia sexual tanto do homem quanto da mulher. É o melhor estimulante do chakra sexual".
Tomilho (Thymus vulgaris):
Desde a Antigüidade, o tomilho tem sido amplamente usado em terapias por suas propriedades estimulantes e purificadoras. O aroma desta planta é considerado energizante. Uma tradição muito antiga recomendava que, no final de um dia cansativo, era só amassar levemente entre as mãos alguns ramos de tomilho e aspirar o perfume para recuperar a energia e aumentar a disposição para o sexo. Não há comprovação científica que ateste o efeito, mas também não há qualquer contra-indicação - assim, não custa nada experimentar.
Rosa (Rosa sp.):
Uma das flores mais famosas é, também, considerada um afrodisíaco.
Ninguém menos que Cleópatra, a rainha do Egito a utilizava com essa finalidade.
Conta-se que a rosa era um dos ingredientes básicos de suas receitas de beleza e, além disso, a sábia rainha cobria seu leito com pétalas de rosas para garantir uma "tórrida noite de amor" com seu amado Marco Antônio. O óleo de rosas era muito usado pelas mulheres do Oriente - elas o espalhavam por todo o corpo, ao se prepararem para o amor. Durante as pesquisas, descobri uma receita de Geléia com Pétalas de Rosas considerada infalível, quando o assunto é despertar o amor. Aqui, é necessária uma observação importante: no preparo da geléia, nunca se deve utilizar rosas tratadas com inseticidas, fungicidas ou qualquer outro produto químico. Se quiser mesmo preparar a geléia, sugiro que produza seu próprio ingrediente, pois além do prazer de cultivar uma roseira, você estará garantindo que as flores estarão livres de qualquer substância tóxica!
Couros:
Fragrâncias secas quase sempre baseada em matérias primas como madeiras, musgos,etc. Quase sempre originam perfumes masculinos secos e marcantes.
Secos e Frutados:
Fragrância híbrida oriundas de condimentos como estragão, manjerico e de especiarias como o cravo, canela, pimenta e noz-moscada. Traduzem-se em perfumes quentes, e que transmitem sensação de liberdade e natureza.
Cítricos Florais ou Frutados:
As matérias-primas são extraídas de cascas de frutas como lima, limão, laranja, tangerina, entre outras. Originam perfumes frescos, de odor cítrico ou acre, ideal para o verão e momentos descontraídos.
Fougère:
Elaborado a partir de matérias-primas normalmente extraídas de madeira, são conhecidos como amadeirados. São muito utilizados em fragrâncias masculinas originando fragrâncias leves e frescas.
Chipre Florais:
As matérias primas são oriundas dos musgos, quase sempre do carvalho. São mais clássicos e sofisticados, e geralmente apreciado pelo público masculino.
Uma curiosidade: É comum também mulheres em loja de perfumes perguntarem ‘existe perfume para deixar homem louco?’, ao passo que muitos homens perguntam se ‘existe perfume para enlouquecer as mulheres‘. A resposta é sim e não. Os aromas de ylang-ylang e baunilha – By Woman, da Dolce & Gabbana por exemplo – representam uma arma de sedução. Mas há quem não concorde nem sinta atração.
Aromas sedutores:
Um cheiro é capaz de despertar lembranças e acender paixões, talvez por isso, os perfumes tenham seduzido os homens desde a pré-história.
MarilynMonroe dizia que para dormir usava apenas 2 gotas de Chanel nº 5.
Cleópatra sabia como se perfumar para conquistar seu séquito de amantes.

Elizabeth Taylor

Napoleão Bonaparte não abria mão da água de colônia.
Como aplicar o perfume:
Você tem um encontro com aquela pessoa especial e quer estar perfeita e irresistível! Além de saber escolher o visual certo, outra coisa muito importante é o perfume.
Existem certos lugares estratégicos no nosso corpo que o perfume ficará mais cheiroso e durará por mais tempo. Estas são as zonas do seu corpo aonde você deve reforçar o perfume: os pulsos, cotovelos, a nuca e as costas, ou seja, os locais no corpo com maior irrigação de sangue - pulsos, atrás das orelhas, nuca, dobras do joelho (atrás) e dos braços (na frente, não no cotovelo. Basta uma borrifada sobre os cabelos (na raiz) e espalhar com a escova, que todos fios ficarão perfumados. Se for sair para um jantar, aplique na altura dos quadris (cuidado para não manchar a roupa), ou na barra da saia. Aplique duas borrifadas a uma distância de 30 cm da pele e sobre a pele bem seca.
Cuidados essenciais com seus perfumes:
Melhor forma de guardar:
Dentro de um armário ou qualquer lugar escuro e fresco e bem longe do sol e do banheiro. O banheiro não é indicado porque a umidade e oscilações de temperatura são prejudiciais às fragrâncias. A exposição do perfume a luz, umidade e temperaturas elevadas pois desencadeia um processo de oxidação durante o qual sua fórmula perde as características originais – e o aroma sai alterado.
Previna a evaporação.
Mantenha-os nas caixas originais e nunca os deixe destampados por muito tempo. Em geral, a vida útil de um perfume é de três anos. Com sorte, pode durar mais. Quando a coloração tender para o caramelo e o aroma ficar avinagrado, jogue fora!
O que evitar: comprar frascos grandes demais. O prazo de validade de um perfume é, em média, de dois anos. Depois disso, a fragrância certamente não será mais a mesma.
Validade:
Fechado, na caixa, e guardado longe da luz e da umidade, um perfume dura até 3 anos. Depois disto, é recomendado que ele seja aberto. Após aberto, começa o processo de oxidação e a validade é de mais 2 anos. Não esqueça: É preciso lembrar que perfume possui validade e que precisa ser bem armazenado. Conserve-o em temperatura ambiente, fora da luz do sol, do calor. Caso contrário, pode alterar sua fragrância. Perfume pode estragar!! Se estiver espesso, alterou a cor e há um cheiro azedo após a abertura, isso significa que ele se deteriorou. Nesse caso, pare de utilizá-lo e jogue-o fora. Dificilmente um bom perfume se deteriora facilmente.
Dicas muito interessantes:
Um perfume que combina com você utilizado de maneira certa, pode transmitir uma mensagem poderosa sobre você!
O perfume faz parte da composição do seu visual, evocando o sentido do cheiro como informação sobre a sua personalidade, potencializando algo positivo da “observação” de outras pessoas sobre você!
Afinal de contas, alguém cheiroso, seja homem ou mulher, é sempre muito agradável. Saber usar um perfume também faz parte das regras de etiqueta!
Use-o de forma correta e arrase!
1. Use um perfume com fórmula mais concentrada. O tipo “eau de parfum” tem uma maior porcentagem de óleos essenciais que o “eau de toilette” ou o “eau de cologne”.
2. Aquela história de passar o perfume nos pulsos e esfregar uns nos outros é balela, o ato de esfregar altera e estrutura química da fragância e ela perde a propriedade original.
3. O perfume não “adere” muito bem em pele seca, então hidratar a pele antes de usar o perfume é ideal e recomendável. E muitos perfumes possuem uma linha completa, que inclui hidratante, gel, creme e até sabonete.
4. Os lugares certos de aplicar são:
Nos pulsos (sem esfregar), pescoço, atrás das orelhas, joelhos, seios e pés. O meu lugar favorito de passar é o cabelo, por mais que o álcool não seja muito bom pro cabelo, é o lugar que mais fixa!
5. Evite o contato com as mucosas e os olhos.
6. A pior coisa é o choque de cheiros. Escolha uma fragrância e use a linha toda, desde o sabonete e gel pós-barba até o desodorante. Caso contrário, alie o perfume a um desodorante sem cheiro.
7. No verão, use menos. Quanto maior a temperatura do corpo, o perfume exala mais.
8. De manhã, o olfato é mais apurado, portanto, use com moderação. Lembre-se de não tomar banho de perfume porque exageros são sempre ruins. Se você quiser conservar-se cheirosa por ainda mais tempo, molhe um algodão com algumas gotinhas do perfume e coloque no seu sutiã ou em algum lugarzinho da sua roupa que ninguém vai ver.
9. Jamais aplique um perfume antes de exposição ao sol, pois se trata de um produto químico que pode agir como sensibilizante e provocar manchas na pele.
10. Caso a pele fique irritada com a aplicação de um perfume, é melhor deixá-lo de lado. A reação indica alergia à fragrância ou a algum de seus componentes.
11. Fuja das fragrâncias muito fortes, que provavelmente incomodarão as outras pessoas, podendo causar até dor de cabeça e enjôo.
12.Quais famílias olfativas são mais indicadas para…
…seduzir? Aquelas com notas gourmands.
…refrescar? Os florais aquáticos ou cítricos, como flor de lótus e bergamota.
…ter sensação de conforto e aconchego? As que remetem ao “cheiro de colo”, como o almíscar branco.
…dar energia? Os florais verdes, como menta e bambu.
13.Quais notas são mais valiosas: as naturais ou as sintéticas? As naturais, como rosa e jasmim, costumam custar mais, pois são mais difíceis de ser obtidas – quilos de pétalas geram poucos mililitros de essência aromática. Já as sintéticas, desenvolvidas a partir do início do século 20, deram nova alma à perfumaria. Com elas é possível copiar qualquer aroma, do cheiro do mar ao da mata molhada de chuva. Outro exemplo: as notas animálicas, usadas para encorpar fragrâncias, que antigamente eram extraídas de animais e hoje podem ser reproduzidas em laboratório.
14. Saiba que o cheiro do perfume muda das tirinhas de teste para a pele? Sim. No papel, você tem uma ideia de como é o perfume, mas, na pele, há uma interação com o cheiro pessoal. Assim, antes de comprar, experimente algumas gotinhas.
15. É estranho mulher usar perfume masculino? As notas são realmente muito diferentes? A escolha do perfume é uma questão de gosto: cada um tem o seu. Muitas fragrâncias masculinas contêm notas das famílias dos cítricos e dos fougères (compostas por extratos de violeta, musgo e lavanda), por isso atraem mulheres que preferem aromas frescos.
Existem os perfumes Unissex:
Perfumes unissex não são uma novidade. O primeiro exemplar, Le Sien, de Jean Patou, surgiu em 1931. No entanto, desde 1994, quando Calvin Klein lançou o CK One (que rendeu US$ 63 milhões em apenas três meses), as fragrâncias de uso compartilhado (como são chamadas) constituem ainda hoje uma grande tendência de mercado. Isso pode ser explicado. Antigamente, os perfumes masculinos e femininos eram pólos opostos. Para elas, eram produzidas fragrâncias predominantemente florais e, para eles, as cítricas e amadeiradas. Com o tempo, a ala masculina foi se permitindo blends suaves e adocicados. Ao mesmo tempo, observou-se que boa parte da venda de perfumes masculinos era consumida por mulheres. O que Calvin Klein fez foi adaptar esses números ao modo de vida casual e descompromissado dos jovens entre 20 e 30 anos, para quem a atração sexual é também ter o mesmo cheiro. Refrescante, a fragrância unissex combina derivados do jasmim com violeta, rosas e chá verde.
16. Menos é mais, por favor.
17. Acesse o site abaixo para conhecer mais sobre cada fragância.
Veja dicas da jornalista Claudia Matarazzo, especialista em etiqueta e comportamento, para não agredir narizes alheios:
• Use duas gotas ou uma borrifada forte de spray.
É o suficiente para ficar perfumada na medida.
• Para o dia, especialmente em locais mais quentes, opte por água-de-colônia ou eau de toilette. É melhor retocar do que usar perfumes muito fortes de manhã.
• Fragrâncias com notas cítricas e amadeiradas funcionam muito bem no dia a dia.
• À noite, você pode investir em produtos mais marcantes, “mas coloque um pouquinho, já que será usado por duas ou três horas apenas”, diz Claudia.
• Rastro perfumado deve ser muito sutil. “Os outros têm de sentir o cheiro e querer identificar a pessoa, e não se sentir incomodadas com ele.” Em algumas ocasiões é melhor repensar o uso de perfumes. Situações formais pedem fragâncias discretas e elas podem ser dispensadas em visitas médicas e hospitalares.
"Nunca compre um perfume baseado no cheiro que ele tem em outra pessoa. O perfil genético, os hábitos alimentares, o grau de transpiração e até o temperamento de cada um afetam o aroma do produto. A mistura dos odores corporais com a fragrância resulta em diferentes cheiros", explica Renata Ashcar, especialista em perfumes e autora do "Guia de Perfumes".

Fontes: WMulher, Terra, Criativa, Duetto Editorial, Bárbara Luz, Adri Alves, Aromaterapia.


Gostaram do Especial Perfumes? Acessem em curiosidades e vejam mais....
Obrigada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário